Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 403 | Abril de 2011 | Campo Mourão - Paraná

Meio Ambiente / Segurança

Tranquilidade para trabalhar e segurança para viver no campo

Novo Código Florestal deve ser votado durante as sessões do início de maio no Congresso Nacional

Após a mobilização de cerca de 25 mil produtores rurais de vários estados do Brasil no dia 5 de abril em Brasília para reivindicar agilidade e urgência por parte do governo com relação a aprovação do novo Código Florestal, o presidente da Câmara Marco Maia anunciou que o tema entrará na pauta de votações nos dias 3 e 4 de maio. O projeto substitutivo de autoria do deputado Aldo Rebelo que já foi aprovado anteriormente pela comissão especial da Câmara, está sendo discutido entre integrantes do governo e do Legislativo, porém, apresenta alguns pontos que ainda estão sem consenso entre as partes envolvidas.

Segundo informações divulgadas pelas lideranças, o governo defende a obrigatoriedade da reserva legal em pequenas propriedades, de até quatro módulos fiscais, enquanto o relator Aldo Rebelo propõe o benefício da isenção para os pequenos proprietários. Por sua vez, o relator propõe a manutenção de 15 metros de distância na Área de Preservação Permanente (APP) nas margens dos rios, enquanto o governo negocia a manutenção de 30 metros, ou seja, o dobro da proposta que atende as reivindicações pelos agricultores.

O deputado Aldo Rebelo disse que o debate para alterar o novo Código Florestal está evoluindo e tudo indica que o projeto será levado a votação no início de maio durante as sessões dos dias 03 e 04 de maio. "As conversas estão adiantadas e acredito que haverá consenso, pois uma hora teremos de votar o novo código. O projeto não será nem mais ambientalista nem mais ruralista. Não há solução incorporando apenas uma visão da questão", afirma Rebelo, prometendo equilíbrio no texto final da proposta.

LIDERANÇAS – As lideranças do cooperativismo e do agronegócio brasileiro estão unidas e reivindicando a aprovação do novo Código Florestal. O presidente da Coamo e vice-presidente da Ocepar, José Aroldo Gallassini, aguarda com expectativa pelo desfecho favorável com a aprovação da alteração do Código Florestal. "Os agricultores querem continuar produzindo e para isso precisam trabalhar com tranquilidade e viver com segurança, o que não está acontecendo atualmente", afirma Gallassini.

Gallassini homenageado por PM's de Campo Mourão

O 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Campo Mourão formou, recentemente, 21 novos soldados. Os policiais receberam suas divisas e certificados em solenidade realizada na sede da instituição. O diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, foi homenageado pelo batalhão como paraninfo da turma e na oportunidade recebeu uma placa em reconhecimento pelo seu trabalho em prol do desenvolvimento de Campo Mourão e da região (foto). "Esta é uma homenagem especial, a qual agradeço de coração. Temos um carinho muito grande pela Polícia Militar que trabalha em prol da segurança da população. Esta instituição merece o nosso respeito e a nossa valorização, pois tem uma formação e uma cultura diferenciada, e vem promovendo um trabalho brilhante em prol da segurança. Agradeço e parabenizo a Polícia Militar, e de modo especial os 21 novos soldados, os quais me deram esta honra ser o seu paraninfo nesta solenidade de formatura", disse, emocionado, o presidente da Coamo.