Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 424 | Abril de 2013 | Campo Mourão - Paraná

Editorial

Conservar o solo é investir no futuro

Anualmente, no dia 15 de abril é comemorado o Dia Nacional de Conservação Solos. Este é o tema principal da edição deste mês do nosso Jornal Coamo. As regiões da Coamo têm muito a ver com as descobertas, evolução e acompanhamento dos avanços com solo, que conforme palavras do então secretário de Agricultura do estado do Paraná, Paulo Carneiro Ribeiro, em setembro de 1976, em Campo Mourão, “é o maior patrimônio de uma nação, e conservá-lo é investir no futuro.”

Carneiro Ribeiro esteve presente em Campo Mourão em setembro de 1976 quando a nossa cidade foi escolhida para sediar o lançamento do Plano Nacional de Conservação de Solos (PNCS), na Praça Bento Munhoz da Rocha Netto (Praça do Fórum), juntamente com o ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli, o governador Jaime Canet Júnior. Lembro muito bem desse evento, pois na oportunidade, como presidente da Coamo, apresentei ao ministro Paulinelli importantes reivindicações em nome dos nossos cooperados.

Na Praça do Fórum foi construído em campo Mourão um monumento alusivo à conservação de solos, tema este em que a nossa cidade foi pioneira na década de 70 nas discussões e ações que envolveram a classe agronômica, agricultores e entidades como a Coamo e Seab, para que se chegasse ao fim a caminhada da erosão nas terras da agricultura da nossa região.

Neste contexto, destacam-se a participação de agricultores e lideranças da região de Campo Mourão, sede de uma das primeiras microbacias do mundo, que serviu de exemplo para vários regiões e países. A inserção da região como a segunda a implantar o sistema de Plantio Direto no Brasil é outro destaque. A primeira experiência foi em Rolândia com o agricultor Herbert Bartz na safra 1972 e logo no ano seguinte em Campo Mourão com os agricultores Joaquim Peres Montans, Antonio Álvaro Massaretto, Ricardo Accioly Calderari, Gabriel Borsato e Henrique Gustavo Salonski (in memorian).

Bartz, considerado o “pai do plantio direto no Brasil”, merecidamente, recebeu dia 30 de abril homenagem da Universidade Estadual de Londrina com o título de Doutor Honoris por sua causa ao pioneiro do Sistema Plantio Direto na América Latina.

Assim, o Paraná foi precursor nos relevantes trabalhos de implantação e difusão do Plantio Direto que é referendado como a mais importante tecnologia criada e implantada na agricultura brasileira. O sistema provocou uma grande revolução e contribuiu diretamente para a realização de grandes ações na conservação e proteção do ambiente produtivo aliado a prática da rotação de culturas e formação de muita palhada que resultam na colheita de excelentes produtividades nas lavouras de nosso país.

A mensagem inserida no Monumento a Conservação de Solos na Praça do Fórum, em Campo Mourão, no mês de setembro de 1976, resume bem qual deve ser o trabalho e a conscientização dos agricultores nos cuidados e proteção do solo: “Conservar o solo é garantia de que sua generosidade lhe dê fartas colheitas e de que também desfrute dele as gerações futuras.”

Iniciada 17ª turma do Programa Jovens Líderes Cooperativistas

Teve início a 17ª turma do Programa Coamo de Jovens Líderes Cooperativistas. Participam deste ano, 50 cooperados com idade entre 18 e 40 anos, representando mais de 30 entrepostos de várias regiões do Paraná e do Mato Grosso do Sul.

A proposta é promover o desenvolvimento cada vez maior do quadro social e a sua qualificação com ampliação de conhecimentos e visão global do ambiente produtivo e social. “O nosso principal propósito é desenvolver o potencial criativo e o conhecimento dos cooperados, em várias dimensões, para que eles reconheçam em si os seus verdadeiros potenciais. Este projeto da Coamo vem vendo sendo bem sucedido e apresentando resultados positivos. É um investimento voltado para a formação do ser humano, para o presente e o futuro, não somente na parte econômica, mas também no social, no cultural e na formação de uma família cooperativista cada vez mais atuante e comprometida com a sociedade”, assegura o diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini.

APOIO - O Programa Coamo de Formação de Jovens Líderes Cooperativistas é uma realização da Coamo com apoio do Sescoop/PR e é realizado anualmente, desde 1998. Foram capacitados mais de 700 jovens cooperados. Os trabalhos são desenvolvidos em quatro módulos, de abril a julho.