Copa Coamo    



Copa faz história em Mato Grosso do Sul

PRIMEIRA REGIONAL SUL-MATOGROSSENSE SUPERA EXPECTATIVAS, COM GRANDE SUCESSO

Superando as expectativas dos organizadores, a regional da Copa Coamo foi realizada com absoluto sucesso no dia 30 de julho, em Amambai, no extremo-sul do Mato Grosso do Sul. O evento, que aconteceu pela primeira vez no Estado, recebeu muitos elogios de cooperados, familiares, autoridades e comunidade em geral – que compareceram em grande número à Arcam de Amambai, pela sua grande organização, ambiente saudável, espírito cooperativista e confraternização.

Como atração à parte, os cooperados e comunidade puderam ver ao vivo e em cores um autêntico carro de Fórmula 1, da equipe Ferrari, que foi pilotada em anos anteriores por Eddie Irwing e Rubens Barrichello. A exposição durou toda a semana que antecedeu a Copa Coamo e percorreu todas as unidades da Coamo no Mato Grosso do Sul, através de uma parceria entre a cooperativa e a Shell.

A regional MS contou no campo de jogo com a participação de 12 equipes. A grande campeã da etapa foi a equipe União de Amambai, que venceu o Vale da Esperança, de Caarapó, nos pênaltis, por 3 a 2, após empate de 1 a 1 na decisão. “A Copa Coamo em Amambai foi nota 10. Tudo funcionou muito bem, com uma excelente estrutura montada pela unidade e um bom trabalho de todos os funcionários envolvidos, sem contar o grande público, a alegria e satisfação de todos e a disciplina verificada dentro de fora de campo”, ressalta diretor-secretário da Coamo, Dr. Ricardo Accioly Calderari, que acompanhou a regional.

Valorização estadual – Além de cooperados e familiares, a Copa Coamo foi prestigiada pela comunidade e por autoridades locais, regional e estadual. Um exemplo foi o secretário de Esportes do Estado de Mato Grosso do Sul, Dirceu Lanzarini, que além de cooperado da Coamo também é ex-prefeito de Amambai. “Estar aqui é motivo de alegria, principalmente por ver um evento tão bem organizado como é a Copa Coamo. Tenho um orgulho muito grande por ter apoiado a vinda da Coamo para a região e ter participado da sua instalação em Amambai”, revelou. Para Lanzarini, “a Coamo tem conquistado o coração dos agricultores e com este torneio, num dia histórico para todos nós, solidifica ainda mais a sua presença e atuação nesta região do nosso estado”.

DOCE REGRESSO

Trabalhando no Mato Grosso do Sul, muitos produtores são originários do Paraná. Um exemplo são os primos Lauro e Henrique Suzuki, que atuavam na região de Quinta do Sol. Jogando por uma das equipes de Amambai eles mostravam semblante de alegria e satisfação por participar de mais uma Copa Coamo. “Conhecemos e gostamos muito do torneio. Trouxe até alguns colegas de Capitão Bado, no Paraguai, onde tenho as minha terras, para ver a Copa Coamo. Eles ficaram maravilhados”, afirmou Henrique Suzuki

Regional Centro: a maior entre as classificatórias

Clima agradável e muita animação. Ingredientes perfeitos para a penúltima regional da Copa Coamo 2005. Foi no dia 6 de agosto e desta vez a bola rolou nos campos da região Centro do Paraná. Os jogos aconteceram em Pitanga, Manoel Ribas, Boa Ventura de São Roque, Palmital e Cândido de Abreu. Noventa e quatro times disputaram a etapa, considerada a maior entre as classificatórias. Ao todo, foram 117 jogos e 301 gols marcados. Em disciplina, os atletas que disputaram a rodada também deram exemplo. Foram 31 cartões amarelos, dois azuis e dois vermelhos.

Os campeões da regional foram os seguintes: por Cândido de Abreu, a equipe Alto Rio do Baile venceu, na final, o time Unidos de Reserva, por 6 a 0; em Palmital, a final foi disputada entre os times Divisor e Salto Grande. A equipe Divisor venceu o jogo pelo placar de 1 a 0; na partida final em Pitanga a equipe Rio do Meio venceu por 2 a 0 o time Juventude Arroio Grande e ficou com a vaga na final da copa; por Manoel Ribas, o time Castelo derrotou, na final, o time de Linha Seca, pelo placar de 2 a 0; e por Boa Ventura de São Roque o time Saudade foi o campeão, vencendo na final a equipe Irmãos Grégio por 2 a 1 nos pênaltis, depois de empatar sem gols no tempo normal.

A maior regional – Em número de equipes participantes a regional Centro foi a maior, dentre as já realizadas pela Copa Coamo 2005. “E como não poderia ser diferente, a presença dos cooperados e familiares mais uma vez surpreendeu”, considera o diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini. Ele enaltece que durante a etapa “prevaleceu o espírito de união e companheirismo, onde milhares de pessoas protagonizaram mais um capítulo da grande festa do cooperativismo”.


Sede define últimos finalistas

EXPECTATIVA, AGORA, FICA POR CONTA DA ETAPA FINAL DO MAIOR EVENTO ESPORTIVO DO BRASIL RURAL, NO DIA 10 DE SETEMBRO, EM CAMPO MOURÃO

Depois de dois meses de bola rolando a Copa Coamo de Cooperados 2005 chegou à região de Campo Mourão. A Regional Sede, disputada no dia 20 de agosto, definiu os últimos cinco finalistas da competição. Cinqüenta e nove equipes, dos municípios de Campo Mourão, Luiziana, Barbosa Ferraz/Corumbataí do Sul, Iretama e Araruna disputaram as vagas para a grande final do torneio, marcada para acontecer no dia 10 de setembro, em Campo Mourão.

“A Copa Coamo é uma grande festa do cooperativismo. É a celebração da alegria e da integração da Família Coamo. O balanço das sete regionais realizadas não poderia ser melhor. Foram 500 times e mais de e cerca de 20 mil pessoas reunidas em torno do maior evento esportivo do Brasil Rural”, salienta o diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini. Ele ressalta que durante as fases regionais os cooperados mostraram, mais uma vez, que além de serem bons na produção também tem intimidade com o esporte número um do país, o futebol. Estão todos de parabéns: diretoria, funcionários, cooperados e familiares, porque foram responsáveis pelo sucesso de mais uma - a 8ª, etapa da Copa Coamo, o gol da união”, comemora Gallassini.

Campeões – Os resultados da última classificatória da Copa Coamo 2005 foram os seguintes: Campo Mourão - União Alto Alegre foi a equipe campeã, depois de vencer, nos pênaltis, o time do Sambatti, pelo placar de 4 a 3 (no tempo normal o jogo ficou empatado em 1 a 1). Araruna - A equipe Agro Girassol foi a grande campeã, vencendo o time do Primavera pelo placar de 2 a 0. Luiziana - A final foi disputada entre os times do Orvalheira e Borsato. A equipe Orvalheira levou a melhor, vencendo pelo placar de 2 a 0, e ficou com o título. Barbosa Ferraz - Na partida final, a equipe dos Barbosenses foi a vencedora, diante do time do São José, pelo placar de 2 a 0. Iretama - Barreirinho Nova Tebas é o nome da equipe campeã em Iretama. O time venceu, nos pênaltis, a equipe de Iretama, pelo placar de 2 a 0, depois de empatar, no tempo normal, em 0 a 0.


OS 32 CAMPEÕES REGIONAIS

As equipes campeãs regionais, que estarão na grande final da Copa Coamo 2005, são as seguintes: Folhas do Laranjal (Abelardo Luz); Gralha Azul (Candói); Cruzeiro da Abundância (Cel. Vivida); Atlético Mangueirinha (Mangueirinha); Os Transgênicos (Palmas); Linha Cascata (São Domingos); Linha Boa Esperança (Toledo/Dez de Maio); Vera Cruz do Oeste (São Pedro do Iguaçu); Boa Vista (Tupãssi/Bragantina); Unidos Venceremos (N.S. Rosa/Vila Nova); Sambatti (Roncador); União Futebol Clube (Juranda); Vasquinho (Altamira do PR); Vira Copos (Boa Esperança); Fantin (Mamborê); União (Amambai); Fazenda Três Estrelas (Fênix); Beija flor (Ivaiporã); Igrejinha Santo Antonio-Sítio Nossa Senhora Aparecida (São João do Ivaí); Bairro dos Neves (Quinta do Sol); Figueira do Oeste (Engenheiro Beltrão); Placa União (Peabiru); Alto Rio do Baile (Cândido de Abreu); Castelo (Manoel Ribas); Divisor (Palmital); Saudade (Boa Ventura de São Roque); Rio do Meio (Pitanga); União Alto Alegre (Campo Mourão); Os Barbosenses (Barbosa Ferraz/Corumbataí do Sul); Agro Girassol (Araruna); Barreirinho Nova Tebas (Iretama); Orvalheira (Iretama).

 

Surpresas na final

Com a realização da última etapa classificatória, a Comissão Central Organizadora (CCO) da Copa Coamo 2005 concentra os trabalhos na preparação da fase final da competição, marcada para o dia 10 de setembro, em Campo Mourão. Trinta e duas equipes, representantes das regiões da área de ação da Coamo, estarão disputando o título do maior evento esportivo rural do Brasil.

A surpresa ficará por conta do cerimonial de encerramento da Copa Coamo. A exemplo das edições anteriores, a organização do evento está preparando uma programação emocionante para fechar com chave-de-ouro a 8ª edição da Copa Coamo.


Finalistas

COMPLETANDO O TIME DOS 32 CAMPEÕES REGIONAIS, OS ÚLTIMOS CLASSIFICADOS PARA A FINAL DA COPA COAMO 2005

 


Aconteceu na Copa Coamo

FATOS E CURIOSIDADES QUE MARCARAM AS REGIONAIS DO MAIOR EVENTO ESPORTIVO DO BRASIL RURAL

Zagueiro de botina

O símbolo da Copa Coamo – a botina no pé do agricultor sobre a bola de futebol foi, literalmente, incorporado pelo cooperado Wilson Vicentin, que disputou o torneio por Manoel Ribas, pela equipe Vila Mariana. “Nunca tiro a minha botina do pé. E não poderia ser diferente aqui no campo da Copa Coamo”, diz Vicentin, que, de botina, disputa pela segunda vez a competição. Os adversários não reclamaram. E o cooperado não conseguiu fazer nenhum gol, mas defendeu vários, porque jogou de zagueiro.

 

 

 

 

 

Vovô atleta

José Nunes Viana é um “senhor exemplo”. Prestes a completar 80 anos, é um dos mais experientes atletas da Copa Coamo. Vovô Viana participou da regional da Copa Coamo em Altamira do Paraná, pelo time Dois Irmãos. Jogou todas as partidas. O time não foi classificado, mas acima de tudo nesse caso, o que vale é participar.

 

COSTELA NO CHÃO

O prato principal da Copa Coamo é servido no espeSo. Isso mesmo! Costela de boi no velho estilo gaúcho: assada ao chão. Uma combinação perfeita para a cervejinha gelada.

 


 Página Inicial   Índice Geral