Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 386 | Agosto de 2009 | Campo Mourão - Paraná

Reconhecimento

Coamo é a melhor do agronegócio brasileiro

Cooperativa foi escolhida pelos leitores da revista Isto É Dinheiro e integra mais importante ranking empresarial do país

A Coamo foi eleita a melhor empresa do agronegócio brasileiro. O reconhecimento é dos leitores da revista Isto É Dinheiro e integra o ranking empresarial mais importante do país, publicado na edição 2009 do anuário “As Melhores da Dinheiro”. O troféu referente a premiação foi entregue em São Paulo, durante solenidade com a presença do ministro Miguel Jorge, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. O diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, recebeu o troféu em nome dos 22 mil produtos associados, que atuam em 60 municípios da área de ação da cooperativa, nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, através de 103 unidades.

RECONHECIMENTO – O diretor editorial do anuário, Carlos José Marques, diz que o ranking expõe a análise dos dados das principais companhias dos mais importantes segmentos da economia nacional. “O trabalho foi realizado em conjunto com a consultoria Trevisan e levou em conta não apenas o desempenho financeiro, mas também os indicadores de gestão nas áreas de inovação, responsabilidade social, meio ambiente, recursos humanos e governança corporativa”, explica. Segundo Marques, “os números da performance das melhores empresas do Brasil representa uma prova da boa saúde do parque produtivo nacional”. Ele revela que os números mostram que, embora a crise econômica global tenha comprometido as chances de um desempenho extraordinário des-sas companhias, ela não foi capaz de anular o crescimento consistente em boa parte delas. Juntas, as 500 Melhores da Dinheiro somaram em 2008 uma receita de líquida total de R$ 2,2 trilhões, o equivalente a mais de 75% do PIB brasileiro.

3,3% DOS GRÃOS NACIONAIS – A Coamo apareceu com destaque e forte pontuação em quesitos importantes como governança corporativa e responsabilidade social. “Investimos e valorizamos em nossos recursos humanos e administração profissional para o atendimento com qualidade das necessidades dos cooperados da Coamo. Juntos, os 22 mil associados produzem 3,3% da produção brasileira de grãos e praticam um cooperativismo de resultados. Este reconhecimento a nível nacional é bem-vindo e mostra que estamos no caminho certo”, assegura José Aroldo Gallassini, diretor-presidente da Coamo.