Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 397 | Agosto de 2010 | Campo Mourão - Paraná

Desempenho

Coamo entre as melhores da Dinheiro

Cooperativa conquista, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar do ranking da revista na categoria Agronegócio

As quatro décadas de investimento da Coamo, que em novembro completará 40 anos de existência, renderam muito mais do que bons resultados aos cooperados. Elas geraram também reconhecimento, tanto que pelo segundo ano consecutivo a Coamo sagrou-se campeã do Agronegócio no ranking As Melhores da Dinheiro e conquistou a primeira colocação na categoria Responsabilidade Social, segunda em Sustentabilidade e terceira posição em Governança Corporativa. Este é o resultado do ranking da revista IstoÉ Dinheiro, que na sua sétima edição, representa o mais completo e profundo levantamento sobre as práticas gerenciais das companhias instaladas no País. José Aroldo Gallassini, presidente da Coamo, recebeu dia 12 de agosto em São Paulo a premiação conferida à Coamo em solenidade que contou com presenças dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e da ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Alves Guerra, além de governadores, autoridades e lideranças empresariais.

INVESTIMENTO – Apesar de alguns problemas que o setor agrícola vem enfrentando, a Coamo não deixa de investir e continua atuando em prol da melhoria técnica, educacional, social e da qualidade de vida dos seus mais de 22 mil cooperados e familiares. “É uma satisfação muito grande ver o reconhecimento da sociedade empresarial que coloca a Coamo conforme ranking da Isto É Dinheiro entre as melhores empresas do pais. Continuamos trabalhando e produzindo porque acreditamos no potencial do Brasil como celeiro do mundo”, assegura Gallassini.

Segundo o dirigente, “o crescimento da Coamo é resultado da participação expressiva dos cooperados, administração profissionalizada, muito trabalho, suor, visão estratégica, observância dos valores éticos e morais, e formação de uma equipe de funcionários profissionalizados e dedicados, em prol do atendimento às necessidades do quadro social”. A Coamo tem sua Sede em Campo Mourão, no Centro-Oeste do Paraná e mais de 110 unidades localizadas em mais 60 municípios nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

CRITÉRIOS – O ranking As Melhores da Dinheiro aborda além do desempenho econômico-financeiro outras variáveis importantes, como responsabilidade social, ambiental, inovação e governança corporativa. Pelas regras do anuário, as companhias são comparadas somente com outras corporações de seu setor de atividade.

DIMENSÃO – “Do ponto de vista editorial e na visão do mercado, o ranking da Isto É Dinheiro é um produto reconhecido por sua qualidade e abrangência. Basta olhar para alguns números para se ter uma ideia da dimensão da publicação com a inserção das 500 empresas no ranking que somaram receita líquida expressiva no ano passado”, explica Carlos José Marques, diretor Editorial da revista.

Coamo, campeã do Valor 1000

A Coamo recebeu em São Paulo o troféu Valor 1000 como empresa campeã do Setor Agricultura. O evento foi prestigiado pelo ministro da Fazenda Guido Mantega, lideranças empresariais de várias regiões do país e das 25 empresas premiadas como as melhores em seus setores.

A Coamo foi agraciada com o troféu Valor 1000 pela sexta vez na história de 10 anos da premiação conferida pelo jornal Valor Econômico. O diretor-secretário da Coamo, Ricardo Accioly Calderari, recebeu o prêmio de Nicolino Spina, diretor-presidente do Valor, representando a diretoria, os 22.500 cooperados e os 5.100 colaboradores da cooperativa.

Das empresas vencedoras, sete também são as maiores nos seus respectivos setores: Coamo, Natura, Votorantim, Vale, Petrobrás, Vivo e Grendene. Em quase todos os principais indicadores de desempenho relativo, as campeãs do Valor 1000 superam o conjunto das 1000 maiores do ranking geral.

No ranking das 1000 maiores empresas do país, a Coamo está posicionada como a 61ª. Entre as empresas que mais venceram o Valor 1000 nos últimos dez anos desde que foi criada a premiação em 2001 estão o Hospital Albert Einsten, premiado oito vezes; WEG Equipamentos e Souza Cruz, sete; Coamo e Natura, seis vezes; Cielo (ex-Visanet), Petrobras e Semp Toshiba, cinco vezes.

Simplicidade e rigor na gestão

Em matéria publicada no Valor 1000, a reportagem do Anuário destaca que ao longo dos 40 anos a Coamo não teve nada de planos mirabolantes nem teorias extravagantes. A administração da Coamo Agroindustrial Cooperativa segue a cartilha do profissionalismo e da boa e velha dedicação – uma receita que funciona bem desde a fundação -, em novembro de 1970. No cargo de diretor-presidente da cooperativa, a maior do ramo agrícola da América Latina e terceira empresa do Paraná no ranking do Valor 1000, está o engenheiro agrônomo Jose Aroldo Gallassini, um dos fundadores. Sediada em Campo Mourão, a Coamo segue de forma rígida a diretriz de não especular no mercado.

Desde o início, a cooperativa procurou capitalizar-se para não depender de empréstimos externos. Por isso, habituou-se a fazer as melhores negociações, sem ficar presa a juros de mercado. A Coamo só vende os montantes fixados pelos agricultores cooperados e, nos casos em que é necessária a venda futura, usa a cobertura da bolsa de Chicago.

A Coamo utiliza modernas técnicas de administração, dispõe de pessoal treinado e capacitado que conhece tudo o que vai pelos mercados internacionais. Um dos aspectos de maior cuidado na gestão de pessoal, é o da formação de gente para o futuro. Para Gallassini, a Coamo não pode ficar a mercê do mercado e precisa sempre contar com pessoal preparado para assumir todo e qualquer posto. “Ficamos orgulhosos em ver o reconhecimento da sociedade empresarial ao desempenho da Coamo que em 2010, comemora 40 anos de fundação, sempre ao lado dos seus milhares de cooperados”, afirma Gallassini.