Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 397 | Agosto de 2010 | Campo Mourão - Paraná

Educação

Responsabilidade socioambiental

Coamo e Basf lançam Atlas Ambiental em Campo Mourão. Projeto envolve 6,5 mil estudantes da rede pública municipal e estadual

Numa iniciativa inédita entre Coamo e Basf, para o Estado do Paraná, foi lançado dia 8 de setembro em Campo Mourão, região Noroeste do Paraná, importante projeto educacional denominado “Atlas Ambiental Campo Mourão”, com o objetivo de beneficiar 6.500 crianças do Ensino Fundamental da rede pública municipal e estadual. O projeto conta com o apoio do município de Campo Mourão e com a participação direta da Secretaria Municipal de Educação e do Núcleo Regional de Educação (NRE). Um grande público formado por diretores, professores, estudantes e autoridades prestigiou o lançamento do programa que é inédito no Paraná, e Campo Mourão é o segundo município do país a receber este projeto voltado especificamente para o meio ambiente.

O Atlas Ambiental de Campo Mourão é um projeto gerido pela Fundação Espaço ECO e, na fase inicial, terá a duração de dois anos com o propósito de auxiliar professores e alunos a entenderem história, geografia e temas socioambientais, levando em conta aspectos globais e regionais, que fazem parte do universo da criança. Na rede estadual, alunos de doze escolas receberão o Atlas Ambiental, e na rede municipal cinco escolas também serão beneficiadas com esta ferramenta pedagógica de educação socioambiental, reunindo crianças do 6º ao 9º ano, abrangendo faixa etária de 9 a 14 anos de idade.

A parceria entre a Basf e a Coamo foi estabelecida com o objetivo de lançar um material didático inovador e que atenda às necessidades da região. O projeto faz parte dos 40 anos da Coamo que serão comemorados oficialmente no próximo 28 de novembro, e ratifica o compromisso da cooperativa com o desenvolvimento da agricultura sustentável. “Com esse trabalho, por um lado, reforçamos a parceria entre a Coamo e a Basf que existe há várias décadas, e também, auxiliamos para que no futuro tenhamos cidadãos mais conscientes social e ambientalmente”, prevê o vice-presidente sênior da Unidade de Proteção de Cultivos BASF para América Latina, Eduardo Leduc.

Segundo Leduc, o Atlas Ambiental Campo Mourão é um presente para a sociedade e será partilhado também pelos familiares dos alunos e professores. “O conhecimento que a gente aprende não tem valor se não for repassado para a comunidade e nada melhor que este projeto com os alunos que irão transferir essa aprendizagem para esta e futuras gerações. Temos uma parceria com a Coamo que compartilha os mesmos valores, é uma parceria de atitudes, como esta. A Coamo é orgulho para Campo Mourão, para o Paraná e para o Brasil”.

Para o diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, o projeto Atlas Ambiental, resultado da parceria com a Basf, será importante na medida em que irá propiciar uma melhor conscientização e ação em prol do meio ambiente sustentável. “Este projeto faz parte dos 40 anos da Coamo, demonstra o compromisso da cooperativa com o desenvolvimento da agricultura sustentável. Ficamos felizes por receber este presente e poder contribuir com a comunidade, é um trabalho de longo alcance e com certeza, resultará em um meio ambiente melhor com maior participação e visão ambiental”.

O ATLAS – O Atlas Ambiental é composto por imagens espaciais, obtidas via satélite, que revelam informações sobre as matas, os oceanos, os animais, a urbanidade, o clima, a cultura, a sociedade, a história e a política do Brasil e do mundo. Para o conteúdo pedagógico do Atlas Ambiental, foram entrevistados especialistas de conceituadas instituições de ensino do país. O gerente de Stewardship da Unidade de Proteção de Cultivos, Vinícius Ferreira Carvalho, acredita que “o material desperta o interesse e aprofunda o conhecimento dos jovens para a construção de um mundo sustentável e mostrar a conexão de temas globais com os locais”.

Os educadores da rede pública municipal e estadual receberão uma versão exclusiva do Atlas com textos, imagens e sugestões de atividades, para auxiliá-los no planejamento das aulas. Além disso, receberão um plano de capacitação e desenvolvimento à distância para que utilizem a ferramenta de forma mais efetiva nos próximos dois anos.

MATA VIVA – O Programa Mata Viva de Educação e Adequação Ambiental nasceu há 26 anos, quando a BASF iniciou a restauração de 128 hectares de Mata Atlântica em um trecho de quatro quilômetros da margem direita do Rio Paraíba do Sul, na fábrica da empresa, em Guaratinguetá (SP). A partir de 2005, com a criação da Fundação Espaço ECO, o Programa Mata Viva foi ampliado e começou a beneficiar diretamente agricultores e comunidades agrícolas.