Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 417 | Agosto de 2012 | Campo Mourão - Paraná

Editorial

Safra de inverno, financiamentos e comercialização histórica

Em agosto promovemos um grande evento que foi o Encontro de Inverno na Fazenda Experimental da Coamo. Durante dois dias, cerca de 800 cooperados de toda a área de ação da cooperativa no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul acompanharam as novidades relacionadas a vários temas como variedades e épocas de plantio de trigo, doenças em trigo e em milho, controle químico e comportamento das variedades, tecnologias no manejo de ordenha mecânica, tecnologia em aplicação de herbicidas em pastagens, demonstração e resultados de pastejo no sistema de milho safrinha com brachiaria ruziziensis.

A atividade de inverno é muito importante e o encontro, que já virou tradição entre os cooperados da Coamo, consistiu mais uma vez em uma grande oportunidade para a difusão e o conhecimento de novidades por meio dos técnicos da Coamo e de renomados pesquisadores.

Em função das dificuldades da comercialização do trigo, a tendência dos cooperados é pelo aumento no plantio de milho safrinha, que deverá ter uma área 43% maior que a safra anterior, enquanto que a área de trigo deverá sofrer uma redução de quase 20%.

A colheita do milho safrinha prossegue com êxito, com mais de 80% do cereal recolhido na área da Coamo. Na média, os produtores estão satisfeitos com os resultados das produtividades e com os bons preços. O clima colaborou, e as pequenas geadas não causaram grandes prejuízos nas lavouras. Por outro lado, o excesso de chuva que ocorreu no desenvolvimento do cereal favoreceu o ataque de doenças. Assim, os cooperados devem estar sempre atentos e preparados para usar as tecnologias recomendadas pela assistência técnica da Coamo visando o controle de doenças. Quem faz as aplicações corretas consegue melhores produtividades.

FINANCIAMENTOS – Este é um bom momento para os cooperados efetivarem seus financiamentos para a próxima safra de verão. Os números mostram que um grande percentual de cooperados já aderiu ao financiamento, mas quem não ainda fez é importante que faça o quanto antes e desta forma não dependa do prazo de safra, que contempla juros maiores. Existem recursos suficientes para atender a demanda dos cooperados no pleito dos seus financiamentos com redução na taxa de juros de 6,75% para 5,5%, no caso de produtores com faturamento superior a R$ 800 mil, e de 6,25% para 5% para àqueles com faturamento inferior a R$ 800 mil. Para os produtores inseridos na agricultura familiar “pronafianos” os juros variam de 1,5% a 4% dependendo da classificação do agricultor pelas normas do Ministério da Agricultura.

COMERCIALIZAÇÃO – A condição de comercialização das commodities no momento é atípica, sendo bem diferente das verificadas em anos anteriores. São vários os fatores que determinam este cenário. Primeiro, pela estiagem ocorrida na América Latina que prejudicou as lavouras e fez com que melhorasse bastante os preços, principalmente da soja e do milho. Depois, pela seca nos Estados Unidos que afetou também o desenvolvimento do milho e da soja.

Os números do USDA (Ministério da Agricultura dos Estados Unidos) apontam para perdas nesta safra de mais de 100 milhões de toneladas de milho e mais de 14 milhões de toneladas de soja. Esses fatores foram determinantes para que os preços das commodities fossem comercializados a patamares nunca vistos na história.

O ano de 2012 é um ano de grande safra de milho safrinha com bons preços. O lado negativo dessa situação fica por conta dos prejuízos que os criadores de frango, suínos e gado estão registrando em função do aumento nos preços da ração animal. As consequências já estão sendo sentidas com aumento nos preços e redução no plantel, pela demanda por soja e milho.

Analisando o mercado futuro, as projeções indicam a manutenção de bons preços até a próxima safrinha de milho. São apenas análises, mas é importante que os cooperados acompanhem as previsões dos órgãos especializados. Não podemos pensar que os preços das commodities estarão sempre firmes e em patamares elevados, por isso é prudente que os cooperados tenham cautela com relação a realização de novos investimentos.

PLANTIO – Estamos prestes a iniciar uma nova de safra de verão, cujos números devem apontar um crescimento maior de soja em relação ao milho na área da Coamo. O mês de agosto está sendo marcado por um período de grande estiagem, mas o que esperamos é que as previsões de clima regular para os próximos meses seja confirmado e assim, tenhamos novamente uma safra cheia com produtividades e preços satisfatórios.

Informativo Coamo em novo horário

Atenção cooperados para os novos horários do programa Informativo Coamo - “O Programa da Família Rural” no período de 21 de agosto a 04 de outubro de 2012.

Emissoras de Rádio e horários

06h45 às 07h00: Vale Verde FM (Assis Chateubriand/PR); Colméia AM (Campo Mourão/PR); Musical FM (Campo Mourão/PR); Ubá AM (Ivaiporã); Nova FM (Nova Cantu/PR); Nova Era AM (Borrazópolis/PR); União AM (Mamborê/PR); Princesa AM (Roncador/PR); Pitanga AM (Pitanga/PR); Vale FM (São João do Ivaí); Panorama FM (Moreira Sales /PR); Terra FM (Tupãssi); 104 FM (Goioerê).
06h50 às 06h55: Voz do Sudoeste AM (Coronel Vivida/PR)
06h55 às 07h00: Clube AM (Faxinal/PR)
11h50 às 11h55: Rádio Jornal FM (Amambaí/MS); Araucária AM (Mangueirinha/PR); União AM (Toledo/PR).
11h55 às 12h00: Clube AM (São Domingos/SC)
12h30 às 12h35: Cultura FM (Guarapuava/PR) e Rainha Quedas AM (Abelardo Luz/SC)
12h30 às 12h45: Cidade AM (Palmital/PR)
13h00 às 13h05: Alternativa AM (Cândido de Abreu/PR)