Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 417 | Agosto de 2012 | Campo Mourão - Paraná

Meteorologia

De olho no clima

Cooperados Tarcísio Camilo e Rafael, pai e filho, acompanham e estudam tudo o que passa com o tempo por meio de uma estação meteorológica instalada em casa

Quando o assunto é produção agrícola, acompanhar as tendências do clima e as previsões do tempo é uma das ferramentas que pode ajudar nas tomadas de decisões. Em Assis Chateaubriand (Oeste do Paraná), o jovem Rafael Camilo, cooperado da Coamo em Bragantina, montou uma estação meteorológica em casa. Ao lado do pai, Tarcísio José Camilo, também cooperado da Coamo, eles acompanham e estudam tudo o que passa com o tempo.

Rafael conta que sempre gostou de assuntos relacionados à meteorologia. “Desde criança ficava observando os movimentos da nuvens, os relâmpagos e os trovões e conservava sobre o clima com os pais e tios. A ideia de montar uma estação meteorológica fez com que aprimorasse o gosto e os conhecimentos”, destaca o cooperado. A estação é mantida desde 2004 e, segundo o cooperado, os números acumulados mostram que a estiagem como aconteceu na última safra de verão, por exemplo, tem ocorrido a cada três anos. “É muito difícil controlar o clima, o que temos são números que mostram tendências”, acrescenta.

O cooperado comenta que no início não tinha muitos equipamentos e quando chovia precisava levantar no meio da noite para trocar o copo do pluviômetro. Há um ano ele comprou um aparelho chamado Vantage Pro 2. Com esse equipamento é possível uma previsão mais precisa, além de medir com exatidão, a quantidade de chuva, temperatura e a umidade relativa do ar.

Segundo Rafael, agricultores da região e técnicos ligados a órgãos governamentais o procuram para saber as previsões ou os eventos climáticos ocorridos na região. Ele explica que os dados servem para a elaboração de laudos técnicos em caso de prejuízos devido às intempéries climáticas.

Rafael instalou três aparelhos – pluviômetro (chuva), anemômetro (vento) e o Vantage Pro 2 (chuva, ar, vento), que fazem as medições e encaminham os dados para um computador. Ele tem dados armazenados desde 2005.

Cooperado da Coamo desde 1995, ‘seo’ Tarcísio ressalta que ter uma estação meteorológica em casa e um filho especialista no assunto já ajudou nas decisões. “As previsões podem fazer com que antecipe o plantio, a colheita ou os tratos culturais. Não que a eficiência seja em 100%, mas há uma grande possibilidade em acertar”, ressalta.