Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 417 | Agosto de 2012 | Campo Mourão - Paraná

Pecuária

Leite na dianteira dos negócios

Cleosmar Portela, cooperado de Laguna Carapã (MS), entende que é possível integrar a criação de animais com a produção de grãos

Há cerca de três anos o cooperado Cleosmar Portela, de Laguna Carapã (Mato Grosso do Sul), decidiu investir na produção de leite como forma de diversificar a propriedade. O investimento deu tão certo que a atividade se tornou importante fonte de renda. Portela entende que é possível integrar a criação de animais com a produção de grãos, e que uma atividade complementa a outra. Ele cultiva aproximadamente 29 alqueires de lavoura e outros três são destinados a pecuária.

De acordo com Portela, o principal motivo de ter tornado a produção de leite rentável foi o investimento em tecnologia. Recentemente ele fez a aquisição de uma moderna ordenhadeira o que possibilitou mais qualidade no manejo dos animais e, consequentemente, aumentou a produtividade de leite. O cooperado conta o com apoio da esposa, do filho e de um funcionário para as atividades do dia a dia. “O resultado que estamos tendo com o leite é bastante satisfatório. Estamos conseguindo manter a renda da família e pagar faculdade para a filha, coisa que só com a agricultura dificilmente conseguiríamos”, analisa.

O cooperado conta com 25 animais em ordenha e a produtividade média de cada uma está sendo em média de 20 litros por dia. Os animais são mantidos em sistema de semi-confinamento. “Temos conseguindo uma boa média, mas a tendência é melhorar. Estamos investindo em genética dos animais o que aumentará a produção.”. Portela destaca que cada investimento feito na atividade é recompensando com aumento de produtividade. “São melhorias que sentimos no bolso. O leite é importante porque gera uma renda mensal e o dinheiro da lavoura usamos para outras despesas e investimentos na propriedade”, diz.

PREMIAÇÕES – Por dois anos consecutivos, o cooperado venceu o concurso balde de ouro, realizado no município e que reúne competidores de toda a região Sudoeste do Mato Grosso do Sul. Ele concorreu na categoria de animais da raça Jersey. No primeiro ano ele alcançou 24 litros e no segundo 28 litros de leite. “Esses prêmios mostram que vale a pena todo o investimento que vem sendo feito. Estamos colhendo os resultados”, frisa Portela.

Segundo o cooperado, todo o trabalho realizado na propriedade é desenvolvido em parceria com a Coamo que fornece todos os insumos necessários para o cultivo da lavoura e para o manejo dos animais, além de prestar toda assistência técnica necessária.