barra Site Coamo barra
Órgão de divulgação da COAMO Agroindustrial Cooperativa | Edição 348 | Dezembro de 2005 | Campo Mourão - Paraná

Desenvolvimento Humano

Padrão de qualidade

COAMO FORMA TÉCNICOS EM GESTÃO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS

Em parceria com o Sescoop – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, e Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, a Coamo promoveu de julho de 2004 a novembro de 2005, em Campo Mourão (Centro-Oeste do Paraná), o curso de Técnicas em Gestão de Processos Industriais (TGPI), que oportunizou a 44 profissionais uma melhor capacitação na qualidade das atividades industriais. O curso, considerado como pós-médio, é reconhecido pelo Ministério da Educação e Secretaria da Educação do Estado do Paraná, com certificado emitido pelo MEC e válido em todo território nacional.

O curso de TGPI visa o desenvolvimento de chefias e funcionários com potencial, dotando-os de competências necessárias para atuação nas atividades voltadas à melhoria dos processos produtivos das indústrias de Margarina, Refino de Óleo de Soja, Fiação de Algodão e Moinho de Trigo da Coamo. E também a aquisição de conhecimentos tecnológicos e gerenciais para analisar os resultados obtidos através de indicadores de produção pré-estabelecidos, com o replanejamento e reorientação para a melhoria do padrão de qualidade.

“Os técnicos em Gestão de Processos Industriais formados neste curso da Coamo poderão conduzir suas equipes de trabalho segundo os modernos conceitos da produção, com o firme propósito de melhorar seus desempenhos frente às novas tecnologias, e também utilizar métodos de melhoria contínua, racionalizando processos e contribuindo para aumentar a segurança e a qualidade de vida no ambiente de trabalho”, explica o superintendente Industrial da Coamo, Germano José Frenzel Ottmann.

Os formandos receberam, durante as 1.200 horas de curso, ensinamentos sobre assuntos como Introdução à Administração Geral, Introdução à Administração da Produção, Psicologia Organizacional, Custos de Produção, Planejamento e Controle da Produção, Projetos do Processo de Produção Industrial, Segurança do Trabalho, Qualidade e Produtividade, Logística Industrial, Planejamento e Controle da Manutenção, além do estágio supervisionado.

Para o gerente regional do Senai, Belino Cesini, a Coamo tem uma equipe valiosa que a ajuda a conquistar a liderança no mercado em que atua. “A Coamo sempre foi referência em administração organizacional e esse investimento realizado, com a formatura de 44 funcionários é uma iniciativa elogiável, principalmente quando vemos que o profissional de hoje precisa ser muito mais que especialista para gerir os processos na sua atividade”, assegura Cesini.

O presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, foi o paraninfo da turma, em solenidade de formatura realizada no dia 30 de novembro, em Campo Mourão. O evento reuniu autoridades, lideranças e familiares dos formandos. Usando da palavra e emocionado, Dr. Aroldo destacou a importância do curso no processo de aperfeiçoamento pessoal e profissional. “Num mercado como esse que estamos vivendo, cada vez mais competitivo e globalizado, o grande diferencial das empresas são as pessoas. Por isso é que a Coamo faz um grande investimento no sentido de desenvolver e capacitar seus funcionários em busca da melhoria da qualidade dos serviços, processos e ambiente de trabalho. Se um empresa não contar com pessoas preparadas, certamente ficará para trás”, afirmou.

Funcionários são homenageados

A Coamo completou 35 anos de fundação no dia 28 de novembro. Para atingir o sucesso no cooperativismo e no agronegócio brasileiro, a cooperativa conta com a dedicação, esmero e eficiência dos seus mais de 4 mil funcionários, que desempenham atividades de qualidade em benefício de 19.700 cooperados, presentes em 53 municípios dos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Seguindo a filosofia de valorizar seus recursos humanos, anualmente a diretoria da Coamo promove eventos sob a coordenação da Gerência de Recursos Humanos para empossar os membros das CIPA’s – Comissões Internas de Prevenção de Acidentes de Trabalho (atualmente em número de 62), e também para homenagear os funcionários que completaram 10, 20 e 30 anos de serviços prestados à cooperativa. Neste ano, a diretoria foi a campo e prestou reconhecimento com entrega de placa a 244 funcionários em todas as unidades da área de ação da cooperativa, dos quais, 165 com 10 anos; 73 com 20 anos de atividades na Coamo; e 6 com 3 décadas de serviços à Coamo.

Segundo levantamento da Gerência de Recursos Humanos, a Coamo conta atualmente com um total de 1.020 funcionários com mais de 10 anos de casa; 300 com mais de 20 anos de empresa; e 12 com mais de 30 anos. Um total de 35% dos funcionários da Coamo contabilizam mais de 10 anos de trabalho na empresa. “A cada ano fazemos questão de prestar a nossa homenagem aos funcionários com mais de 10 anos de Coamo. É uma forma de valorizar os nossos recursos humanos, que são dedicados e trabalham com alto grau de qualidade. A cooperativa, por sua vez proporciona, condições para o crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional em ambiente de qualidade”, afirma o Dr. Aroldo Gallassini, presidente da Coamo.