Fatos & Fotos
Aconteceu, registramos
Agricultura de primeiro mundo

Ministro afirma que agricultura será prioridade no novo governo

Dr. Ricardo Calderari, diretor-secretário da Coamo; Dilvo Grolli, presidente da Coopavel; Roberto Rodrigues e o presidente da Coamo, Dr. Aroldo Gallassini
"O Brasil tem uma grande capacidade para promover um crescimento espetacular do agronegócio nos próximos anos e voar para o primeiro mundo nas asas deste grande setor que é a agricultura". Esta é a convicção do ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, em entrevista ao Jornal Coamo, por ocasião do Show Rural, em Cascavel.

O novo ministro da Agricultura, ex-presidente da Organização 

das Cooperativas Brasileiras e primeiro brasileiro a presidir a Aliança Cooperativista Internacional (ACI), participou durante o evento de um importante encontro com dirigentes das cooperativas paranaenses, coordenado pelo presidente da Ocepar, João Paulo Koslowski. Na oportunidade os líderes cooperativistas apresentaram diversas reivindicações em prol do agronegócio do Paraná. Rodrigues afirmou que "a agricultura será prioridade absoluta no novo governo, seja para gerar empregos ou para exportar, trazendo riquezas para o país".

 

No Show Rural

Registro especial para o Jornal Coamo, na visita ao Show Rural. Na foto, Getúlio Ferrari Júnior, vice-prefeito de Campo Mourão; Orlando Pessuti, vice-governador e secretário da Agricultura do Paraná; Dr. Aroldo Gallassini, presidente da Coamo
 
Na foto, o diretor de Crédito Rural do Banco do Brasil, Ricardo Conceição (centro) e os diretores da Coamo, Dr. Aroldo Gallassini e Dr. Ricardo Calderari.
 
A Coodetec foi uma das empresas expositoras no Show Rural. Na foto, em visita aos experimentos da Coodetec, Dr. Ricardo Calderari, Dr. Aroldo Gallassini, da Coamo; Luiz Henrique Arrellaga, diretor-geral da Sociedad Golondrina (Paraguai) e o diretor-executivo da Coodetec, Ivo Marcos Carraro


Cooperativas do Paraná e exportações

Recente estudo divulgado pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), sobre as exportações no Brasil, mostra que somente as cooperativas paranaenses exportaram em 2002, US$ 643 milhões de um total de US$ 1,96 bilhões das cooperativas brasileiras, o que representa 59% das exportações do setor. Do volume paranaense, a Coamo representa praticamente 50%, uma vez que exportou em 2002 US$ 315 milhões.

Segundo o IBGE, as exportações foram o principal fator responsável pela recuperação do PIB, a partir do terceiro trimestre do ano, sobretudo por conta da agroindústria e da indústria de transformação.


VISITAS
Com o objetivo de trocar informações visando a formação de novas parcerias, diretores do Banco Itaú visitaram recentemente a diretoria da Coamo. Na foto, Eleomar Afonso Moreira, gerente Corporate do Banco Itaú Corp; Maria Cristina Lass, diretora Comercial do Banco Itaú Corp; Dr. Aroldo Gallassini, 
presidente da Coamo; Gustavo Henrique Tavares, superintendente Comercial do Banco Itaú Corp e Alcir José Goldoni, gerente Financeiro.
 
Em visita recente, esteve na Coamo uma equipe de diretores e gerentes da Cotrisoja, de Não-Me-Toque (Rio Grande do Sul). Eles vieram conhecer a estrutura administrativa e a experiência da Coamo no trabalho de organização do quadro social. Na foto, os visitantes ao lado do presidente da Coamo, Dr. Aroldo 
Gallassini.
 
Dezoito estudantes americanos de diversas áreas ligadas à agricultura conheceram, em janeiro, os trabalhos da Coamo na área de pesquisa e difusão tecnológica. Na programação, visitaram a administração central, o parque industrial e a fazenda experimental da cooperativa.
 
A Coamo recebeu em fevereiro a visita de seis intercambistas do Rotary Club da Califórnia (EUA). Na foto, os visitantes ao lado da diretoria da Coamo, durante encontro na Fazenda Experimental.