Tecnologia
Eventos garantem maior renda à propriedade

Cooperados buscam a informação como fonte principal do desenvolvimento tecnológico
Eventos movimentam os cooperados durante o ano inteiro

Cláudio Rizzatto: "Os cooperados estão cada vez mais profissionais e buscando melhores resultados"
A assistência técnica agronômica, social e educacional é uma atividade que tem feito a diferença para os cooperados da Coamo. Ela tem propiciado aos associados, seus familiares e funcionários, o acesso as mais modernas técnicas para condução das propriedades, visando a ampliação e novas oportunidades de geração de rendas. "Para isso a Coamo conta com um quadro técnico agronômico e veterinário altamente qualificado, composto por 155 profissionais", conta o engenheiro agrônomo Nei Leocádio Cesconetto, gerente de Assistência Técnica da Coamo. Ele apresentou os resultados do trabalho durante as Reuniões de Campo, realizadas no período de 22 de janeiro e 04 de fevereiro.

Segundo Cesconetto, em 2002 foram realizados 927 eventos técnicos, educacionais, sociais 

e cooperativistas, envolvendo a participação direta de 52.922 cooperados. Destaque para os dias de campo nos entrepostos e na fazenda experimental da cooperativa, reuniões e palestras técnicas. "É um número expressivo, tanto na quantidade de participantes como na qualidade dos eventos realizados (dias de campo, palestras, cursos e reuniões), que vêm sendo incrementado ano após ano".

Também foram elaborados 7.773 projetos de viabilidade de custeio e investimentos. "Os cooperados, preocupados com o equilíbrio da fertilidade do solo, encaminharam para análise 14.221 amostras de solos, representando uma evolução significativa nos últimos oito anos", ressalta Cesconetto.

Como reflexo deste trabalho, a evolução da produtividade das áreas assistidas pela Coamo tem sido verificada de forma crescente a cada ano que passa. 
"Como resultado deste trabalho de assistência Coamo, hoje temos associados que já produzem acima de 170 sacas por alqueire de soja e 400 sacas por alqueire de milho mecanizado e este é o nosso principal objetivo", revela o gerente Técnico da Coamo.

Para o presidente da Coamo, Dr. Aroldo Gallassini, são eventos que vem proporcionando ao quadro social um desenvolvimento sustentável, com a introdução de novas tecnologias e resultando em aumento de produtividade e rentabilidade, além da melhoria da qualidade de vida. "A informação é a base para o sucesso na agricultura e os cooperados Coamo já iniciaram muito bem o novo ano participando das Reuniões de Campo", comemora.

 

EVOLUÇÃO TÉCNICA

A utilização de tecnologias pelos cooperados também registrou expressiva evolução. Um levantamento realizado pela gerência de Assistência Técnica da Coamo, nos últimos oito anos, revela que o uso de inoculantes nas sementes saltaram de 65% para 94% na última safra. O tratamento de sementes de milho também cresceu: de 23% para 70% no ano passado. Já o tratamento de sementes de soja evoluiu de 17% para 93% na última safra.

A preocupação do cooperados com o meio ambiente também é cada ano maior. Em 2001, houve significativa evolução no uso de inseticidas biológicos e fisiológicos. O plantio direto também cresceu no período. No trigo, o sistema passou de 75% para 94% da área plantada. O milho teve 92% da sua área ocupada pelo sistema direto na última safra, contra 53% da área em oito anos. No caso da soja, o plantio direto é verificado hoje em 97% da área cultivada na região da Coamo, contra 62% há oito anos atrás.

Como reflexo da maior utilização de tecnologias, houve incremento também na produtividade médias das principais culturas.

"Hoje o cooperado está mais profissionalizado e buscando melhores resultados, desde o planejamento até a comercialização da sua produção", comenta o engenheiro agrônomo Cláudio Rizzatto, superintentente Técnico da Coamo.


O quadro mostra a evolução do sistema de plantio direito entre os cooperados da área de atuação da Coamo nos últimos 15 anos



Projetos Coamo

Os projetos específicos de desenvolvimento tecnológico, diversificação de atividades e fixação do homem a terra continuam enchendo os olhos. O projeto Café Adensado, por exemplo, produziu 22,61 milhões de mudas até o ano 2002, atingindo uma área de 3.550 ha, com 1.960 associados envolvidos em 19 municípios. Já o projeto Colono fechou o ano com um total de 306 associados participantes.

No projeto Gado Leiteiro foram distribuídos 5.652 animais até o ano 2002, com 916 associados beneficiados. No projeto Suinocultura, em dezembro de 2002, a Coamo contava com 7.900 matrizes alojadas em 70 iniciadores e capacidade de alojamento para 36.700 suínos, em 100 terminadores, sendo que em 2002 foram comercializados 90,50 mil suínos, representando um crescimento de 112,9% em relação ao ano de 2001. 

Os projetos Fertilidade do Solo, Calcário e de Máquinas Agrícolas e Implementos beneficiaram 2.667 associados. E o mais novo, de Integração Lavoura-Pecuária, é tido como excelente alternativa às culturas de inverno e de diversificação de renda, o qual vem revolucionando a propriedade agrícola.