Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 401 | Janeiro e Fevereiro de 2011 | Campo Mourão - Paraná

Investimento

Entreposto de Reserva começa a receber a safra

Cooperados elogiam instalação da unidade, no Centro-Norte do Paraná, e comemoram redução dos custos com frete e agilidade na entrega da produção

Dentro do cronograma de investimentos em ampliações de unidades e construções de novos entrepostos, programados para até o final deste ano, a diretoria da Coamo mantém 68 obras em andamento. A maioria delas tem previsão de estar em funciona-mento para o recebimento da safra. É o caso do entreposto de Reserva, cuja construção já está sendo concluída na região Centro-Norte Paraná. A unidade já está em operação e disponibilizará aos cooperados da região, armazém de fundo chato, silos metálicos, tombador móvel, moegas, secadores e escritório administrativo. Toda a estrutura operacional terá um fluxo de 240 toneladas por hora.

"DE RESERVA A TITULAR" – O cooperado Ismael Lacerda de Souza é um dos mais entusiasmados com a chegada da Coamo à região. "Ter um entreposto da Coamo para atender os agricultores reservenses sempre foi um grande objetivo de toda a nossa região; e estamos concretizando esse projeto, graças ao empenho da diretoria da cooperativa, que atendeu as nossas reivindicações", agradeceu. Ele disse que os produtores locais estão ansiosos para contar com todos os ser-viços da Coamo, agora bem mais próximos de suas propriedades. "Agora somos titulares", brinca o cooperado, lembrando que os outros municípios da região também serão beneficiados com a chegada da Coamo.

AGILIDADE – João Leviski, outro associado em Reserva, também elogiou a iniciativa da Coamo em instalar o entreposto. E lembra que a cooperativa chega numa excelente hora para os produtores rurais. "Estamos em plena colheita da safra e já vamos contar com essa estrutura para recebimento a armazenagem da nossa produção", destacou. Leviski conta que faz parte do quadro social da Coamo há 25 anos. Antes ele fazia os negócios em Manoel Ribas e, depois, em Cândido de Abreu. Mesmo assim, ainda tinha que percorrer mais de 80 quilômetros para entregar a safra. "Agora, a cooperativa está, praticamente, no quintal de casa. São apenas sete quilômetros da minha propriedade até o entreposto. Ficou mais rápido e ágil para trabalhar. Ganhei mais tempo e dinheiro com esse investimento", valorizou.

ENTUSIASMO – Para o gerente da Coamo em Reserva, Valderi Furtado Silva de Melo, os cooperados e demais produtores rurais estão entusiasmados com o novo entreposto da cooperativa. "Seguramente, os investimentos aplicados aqui irão render muito, sobretudo na ampliação da participação regional dos benefícios oferecidos durante o ano inteiro pela cooperativa", concluiu.