Fatos & Fotos
Aconteceu, registramos

Auto-atendimento Coamo

Cooperativa implanta nova modalidade de atendimento que permitirá maior agilidade, comodidade e segurança ao quadro social


Mais uma vez a Coamo sai na frente e implanta um projeto inovador que oferece a opção ao cooperado de obter as informações de suas operações através da modalidade de auto-atendimento. O projeto faz parte dos investimentos que a Coamo vem promovendo, utilizando tecnologia de última geração, para ampliar ainda mais a qualidade do atendimento ao quadro social nos seus entrepostos.

A modalidade entrou em operação neste mês. Com o cartão de cooperado e senha individual, o produtor poderá consultar no terminal eletrônico, em tempo real, as informações da sua movimentação na cooperativa, com total privacidade. "Os cooperados poderão, por exemplo, consultar saldos, emitir extratos e simular uma fixação de produtos", explica o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini.

Além do entreposto de Campo Mourão, as unidades 

Terminal será instalado inicialmente em seis entrepostos

de Boa Esperança, Engenheiro Beltrão, Mamborê, Juranda e Toledo também contarão com o serviço. Os cooperados contarão com o suporte dos atendentes para orientação e auxílio às consultas ao terminal de auto-atendimento. Em breve, as demais unidades da Coamo também contarão com a modalidade.


Dinheiro de plástico
Alcir Goldoni, gerente Financeiro; Antonio Sérgio Gabriel, superintendente Administrativo; Dr. Ricardo Calderare, diretor secretário; Sérgio Panceri, vice presidente da Coamo, Jessé da Silva, gerente da filial e Glauber Rocha, assessor de vendas da Visanet
A Coamo acaba de firmar uma parceria com a Visanet - empresa responsável pelo relacionamento com os estabelecimentos comerciais filiados ao Sistema Visa. O convênio prevê a instalação de terminais eletrônicos nas unidades da cooperativa, habilitando o aceite dos cartões Visa Electron, que é um cartão de acesso on line à conta bancária do cliente (conta corrente, poupança, salário, linha de crédito pessoal, entre 
outros). Com ele, o cooperado poderá substituir o uso do cheque, no momento da compra à vista ou pagamento de seus débitos, por uma transação eletrônica, com maior segurança no processo de pagamentos e agilidade no atendimento.


Segundo o gerente financeiro da Coamo, Alcir José Goldoni, os terminais eletrônicos serão instalados, inicialmente, em 12 unidades da cooperativa. A seleção dos entrepostos foi feita com base em uma pesquisa que indicou o número de cooperados usuários de cartões de crédito ou débito. "A previsão é de que eles estejam no ar a partir do dia 10 de junho", adiantou Goldoni, assegurando que em breve o serviço também estará disponível nas demais unidades da cooperativa.

O cooperado, ao utilizar o cartão Visa para o pagamento, deverá solicitar que o valor seja debitado em sua conta bancária, uma vez que a parceria firmada entre a Coamo e a Visanet não prevê a utilização do cartão como opção de crédito. "Portanto, os pagamentos com o cartão somente serão aceitos se houver saldo suficiente na conta bancária", explica Goldoni.

Os entrepostos que receberão os terminais nesta primeira etapa são: Abelardo Luz, em Santa Catarina; Boa Esperança, Campo Mourão, Engenheiro Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Juranda, Mamborê, Mangueirinha, Manoel Ribas, Pitanga e Toledo, no Paraná.


Agrônomos - Um grupo de engenheiros agrônomos, representando os profissionais da categoria em Campo Mourão, esteve visitando a Coamo no dia 30 de abril. Eles foram recebidos pelo presidente da cooperativa, engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini e manifestaram reconhecimento ao serviços prestados pelo diretor da Coamo à categoria e por ser referência para os profissionais da região, do Paraná e do Brasil. Na foto, o grupo em pose especial.



Australianos - Durante passagem pelo município de Campo Mourão, um grupo de profissionais australianos, de vários segmentos, visitou a Coamo. Eles participam do programa de intercâmbio para grupo de estudos, mantido entre os Rotary's de Campo Mourão e outros países. Além de trocar
experiências profissionais, os intercambiários também conhecem a cultura de outros países.

 

 

Agroindustrialização - No dia 16 de maio, representantes dos ministérios da Agricultura, Fazenda, Banco do Brasil, OCB e Ocepar estiveram na Coamo. Eles conheceram o parque industrial da cooperativa, tendo em vista o trabalho desenvolvido pela Ocepar no sentido de sensibilizar as autoridades governamentais sobre a importância da agroindustrialização via cooperativas. Na foto, da esquerda para a direita, Germano Ottman (superintendente Coamo), Helvércio Araújo (Banco do Brasil), Felipe Carvalho e Marcelo Guimarães (Ministério da Agricultura), Ramon Gamoneda Belisário (OCB), Carlos Fonseca (Ministério da Fazenda), Sérgio Luiz Panceri (vice presidente da Coamo) e Nelson Costa (Ocepar).

 

 

Produtos Coamo recebem prêmio na Mercosuper 2002

Durante a Mercosuper 2002, a Coamo recebeu o prêmio Top como destaque na área de alimentos, conforme pesquisa realizada pela Revista Supermix junto aos supermercadistas 

paranaenses. Na foto, o superintendente Comercial da Coamo, Roberto Petrauskas, ao lado de Nativo Antonio Fontana, vice presidente regional Oeste da Apras, e Pedro Joanir Zonta, presidente da Apras.