Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 370 | Março de 2008 | Campo Mourão - Paraná

Prestação de Contas

Credicoamo: meio bilhão em ativo total

Em 2007, volume de operações foi de R$ 244,75 milhões, 70,39% maior que o anterior. Sobras foram de R$ 15,85 milhões

No exercício de 2007 a Credicoamo apresentou crescimento e um excelente desempenho. O volume de operações realizadas pela cooperativa em benefício dos seus 6,6 mil associados foi 70,39% maior que o alcançado no ano anterior, atingindo o montante de R$ 244,75 milhões, maior na história da cooperativa. O ativo total e o patrimônio líquido também foram, em 2007, os maiores já registrados pela Credicoamo. O ativo total foi de R$ 418,64 milhões, com crescimento de 35,38% em relação a 2006; e o patrimônio líquido de R$ 101,84 milhões, com crescimento de 19,21% em comparação com o ano anterior. Em março deste ano o ativo total da Credicoamo atingiu meio bilhão de reais e dentro do planejamento estratégico estabelecido para 2008, a expectativa é de que a Credicoamo mantenha a sua média de crescimento e os bons resultados que vem sendo registrados ao longo dos 18 anos de existência da co-operativa.

Prestação de contas – Os resultados recordes da Credicoamo foram apresentados aos associados durante a 18ª Assembléia Geral Ordinária (AGO) realizada no dia 13 de março, em Campo Mourão (Centro-Oeste do Paraná). No evento que teve como principal objetivo a prestação de contas da cooperativa, os associados aprovaram também a distribuição das sobras líquidas do exercício, que somaram R$ 15,85 milhões, volume 11,61% maior se comparado com o registrado em 2006. As sobras a quais fizeram jus os associados da Credicoamo foram depositadas nas contas-correntes dos associados nos 18 Postos de Atendimento Cooperativo (PAC’s) nos estados do Paraná e Santa Catarina.

Gallassini reeleito – Além da prestação de contas do exercício de 2007, os associados também reelegeram o engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini como diretor-presidente da Credicoamo. O novo Conselho de Administração da Credicoamo (gestão 2008-2011) é composto pelos associados José Aroldo Gallassini (diretor-presidente); Cláudio Francisco Bianchi Rizzatto (diretor-administrativo); Ricardo Acciolly Calderari (diretor-operacional); Moacir José Ferri, Rogério de Mello Barth e Inácio Monegat. O Conselho Fiscal (gestão 2008), também eleito na assembléia, é composto pelos seguintes membros efetivos – Ma-noel Colombo, Venildo Castelli e Jovelino Moreira; suplentes – Gabriel Rogérorio Jort, Jaime Nei-tzke e Osmar Henrique Fritsch.

Crescimento – “A maior movimentação dos associados com a disponibilização dos nossos produtos e serviços, é mais um sinal de que a Credicoamo cresce cada vez mais. E os associados é quem ganham com este constante e estável avanço”, considera José Aroldo Gallassini, diretor-presidente da Credicoamo. Ele revela que a gestão permanente de buscar a sinergia dos esforços de toda a equipe de funcionários para melhorias nos processos operacionais, redução de custos e despesas, associada ao incremento na captação de recursos e concessão de empréstimos e financiamentos, permitiram gerar o resultado considerado excelente. “O desempenho obtido neste ano ratifica os sólidos alicerces em que são geradas as operações da cooperativa, na captação e aplicação dos recursos, na gestão dos recursos financeiros e na política de concessão de crédito. A gestão está embasada nas ações firmes da diretoria, na participação ativa dos associados e na postura do quadro de funcionários, que conjuntamente objetivam a evolução constante da Credicoamo”, comemora.

Seguro agrícola – Outro ponto de destaque da Credicoamo no ano de 2007 foi o volume de contratações do seguro agrícola. A importância segurada pela co-operativa foi de R$ 97,56 milhões, o que credencia a Credicoamo como uma das principais angariadoras do seguro agrícola a nível nacional.

Sistema de informação – A Credicoamo também realizou melhorias no seu Sistema de Informação, objetivando dar maior segurança, qualidade e agilidade no atendimento ao associado e na administração da cooperativa. “Os investimentos em informática serão utilizados para o atendimento dos produtores rurais no recebimento de títulos e boletos bancários, e impostos como: IPVA e IPTU, através do credenciamento como correspondente bancário”, destaca Gallassini.

Novos PAC’s – Continuando a atender os anseios dos seus associados, a Credicoamo inaugurou dois novos Postos de Atendimento Cooperativo (PAC’s), nos municípios paranaenses de Roncador (Centro-Oeste) e Candói (Centro-Sul). Com os novos PAC’s, a Credicoamo conta hoje com um total de 18 pontos de atendimento nos estados do Paraná e Santa Catarina.

Tributos – Os valores dos tributos e taxas gerados e recolhidos pela Credicoamo durante o exercício de 2007 foram na ordem de R$ 8,39 milhões.

FALA COOPERADO: