Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 392 | Março de 2010 | Campo Mourão - Paraná

Editorial

O Encontro de cooperados, a safra de verão e os resultados da Credicoamo

Engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini, idealizador e diretor-presidente da Coamo Agroindustrial Cooperativa

Com o tradicional Encontro de Cooperados realizado este ano na sua 22ª edição na Fazenda Experimental Coamo, encerramos os primeiros eventos técnicos e educacionais de 2010. O evento promovido com absoluto sucesso é um dos destaques desta edição do Jornal Coamo.

Cerca de quatro mil cooperados e técnicos participaram do Encontro de Cooperados, pioneiro no país na difusão de tecnologias e reciclagem de informações para melhoria do planejamento e resultados da propriedade rural, tanto para a agricultura quanto para a pecuária.

Com satisfação, observamos a cada Encontro de Cooperados que a Coamo está no caminho certo com forte atuação na orientação e apoio ao seu quadro social visando incremento de produtividade e renda. O repasse de informações, a troca de experiências e o contato direto com pesquisadores e técnicos tem sido fundamentais colocando os associados da Coamo em situação privilegiada e na vanguarda da produção agrícola brasileira.

A Coamo está completando em 2010 seus primeiros 40 anos e a nossa Fazenda Experimental este ano comemora 35 anos de existência, cumprindo papel relevante na pesquisa e divulgação de resultados que beneficiam milhares de produtores associados da Coamo. A assistência técnica faz decisivamente a diferença nos campos dos cooperados da Coamo.

Entre os temas apresentados, o Encontro de Cooperados na Fazenda Experimental celebrou os 25 anos da implantação na Coamo do primeiro experimento de rotação de culturas do país. Os trabalhos deste tema com informações históricas e resultados técnicos foram mostrados em estação exclusiva aos participantes.

Indispensável afirmar os benefícios gerados pela prática da Rotação de Culturas que, além de ser conservacionista tem como foco o desenvolvimento do sistema produtivo com visão sistêmica para alcançar o máximo do potencial das plantas. No evento, prestamos justa homenagem ao pesquisador Celso de Almeida Gaudêncio, grande incentivador que muito fez ao longo de um quarto de século para a difusão desta tecnologia que culminou com a melhoria da qualidade do sistema de plantio direto.

SAFRA – A safra de verão 2009/10 está praticamente concluída e está rendendo no geral produtividades acima da média para a satisfação dos produtores. Safra cheia não é problema, mas sim quando colhemos safras com baixas produtividades. Felizmente, tivemos uma safra produtiva que neste ano começou a ser colhida mais cedo do que as anteriores, provocando algumas dificuldades de armazenagem e logística, haja vista os grandes volumes recebidos – por diversas vezes a Coamo recebeu mais de 1.900.000 sacas por dia -, que foram escoados graças ao trabalho eficaz da nossa equipe de logística.

Com grande produção e safra quase concluída, o que tem preocupado os produtores são os preços baixos das commodities, que estão aquém do esperado. Mas, assim como a nossa agricultura, o mercado também oscila bastante, para cima ou para baixo, como apresentado no cenário atual. O que nos resta fazer é aguardar para que a melhoria da situação para que possamos obter melhor rentabilidade na atividade agrícola.

CREDICOAMO – No dia 12 de março os associados da Credicoamo participaram da Assembleia Geral Ordinária e já no dia 15 de março receberam R$ 8,8 milhões como parte das ‘sobras’ líquidas apuradas no exercício de 2009, que totalizou R$ 25,7 milhões. Trata-se de um excelente resultado que está sendo comemorado pelos mais de 7 mil associados da Credicoamo, representando 20,3% de incremento em relação ao ano anterior.

Em 2009 a Credicoamo contabilizou receita global de R$ 67,61 milhões com crescimento de 10,51% em relação a 2008; ativo total de R$ 630,60 milhões e patrimônio líquido de R$ 144,44 milhões.

Desta maneira, Credicoamo viabiliza o suporte de um volume significativo de recursos mediante agilidade e eficiência nos processos e serviços que propiciam o atendimento as necessidades dos seus associados, e a colocam entre as maiores cooperativas do país para a satisfação de associados, diretoria e colaboradores.