Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 392 | Março de 2010 | Campo Mourão - Paraná

Prestação de Contas

Credicoamo fecha 2009 com R$ 25,7 milhões em “sobras”

Resultado da cooperativa, anunciado em assembleia, é 20,3% maior na comparação com o ano anterior. Parte das “sobras” - 8,8 milhões -, foi devolvida aos associados

Os associados da Credicoamo receberam R$ 8,8 milhões como parte das ‘sobras’ líquidas apuradas pela cooperativa durante o exercício de 2009, que totalizou R$ 25,7 milhões. Esse resultado é 20,3% maior que o apurado no ano anterior. O dinheiro das ‘sobras’ foi creditado na conta-corrente dos cooperados, com pagamento simultâneo nos 21 Postos de Atendimento Cooperativo (PAC’s) e sete Postos Correspondentes (PC’s). A devolução foi aprovada durante assembleia geral de prestação de contas da Credicoamo, realizada no dia 12 de março em Campo Mourão, na presença de centenas de cooperados do Paraná e Santa Catarina. Na ocasião, a cooperativa apresentou o balanço da exercício, anunciado a geração de uma receita global de R$ 67,61 milhões, com crescimento de 10,51% em relação ao ano de 2008.

“Foi um ano de crises no setor econômico. Porém, enfrentamos e superamos todas as dificuldades com sucesso”, lembra o diretor-presidente da Credicoamo José Aroldo Gallassini. Entre as medidas adotadas pela cooperativa, Gallassini destaca a aplicação de R$ 472,06 milhões na concessão de financiamentos de crédito rural e nas demais modalidades de empréstimos e financiamentos. “Neste segmento, tivemos um crescimento de 11,03% em relação ao exercício de 2008, sendo contratadas 15.481 operações de crédito”, contabiliza.

Em 2009, o Ativo Total da Credicoamo atingiu o montante de R$ 630,60 milhões, com crescimento de 15,16% em relação ao ano de 2008. O exercício da cooperativa foi encerrado com um Patrimônio Líquido de R$ 144,44 milhões, representando um crescimento de 18,67% em relação ao ano anterior.

FATORES RELEVANTES – O presidente da Credicoamo também enfatiza o crescimento estrutural da cooperativa, destacando a inauguração do Posto de Atendimento Cooperativo (PAC) em Goioerê, no Noroeste do Paraná, e os Postos Correspondentes (PC’s), que operam, mediante convênio, nas unidades da Coamo em Bragantina, Dez de Maio, São Pedro do Iguaçu e Vila Nova, no Oeste do Paraná; Cantagalo, no Centro-Sul do Paraná; Fênix, no Centro-Norte do Paraná; e São Domingos, no Oeste de Santa Catarina.

No ano, a cooperativa viabilizou o aporte de um volume maior de recursos para atendimento às necessidades de financiamentos de custeio agrícola dos seus cooperados, com crescimento de 15,50% nas operações contratadas e 3,90% no valor financiado em relação ao exercício de 2008. Foram aplicados R$ 11,34 milhões destinados à Agricultura Familiar, com crescimento de 115,46% e R$ 58,84 milhões do Programa de Geração de Emprego e Renda Rural (Proger). “E diante do volume de recursos aplicados no campo pela Credicoamo, foram contatadas 2.712 apólices de seguro agrícola, com uma importância segurada de R$ 242,66 milhões, o que credencia a Credicoamo como uma das principais angariadoras nacionais do seguro agrícola”, destaca Gallassini.

BALANÇO SOCIAL – A Credicoamo firmou, em 2009, convênio com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE/PR), com o objetivo de abrir vagas de oportunidade de trabalho produtivo para estudantes que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior. No ano, a cooperativa recolheu R$ 7,67 milhões em tributos e taxas gerados e recolhidas. Um total de 7.524 associados compuseram o quadro social da Credicoamo em 2009.

CONSELHO FISCAL – Durante a AGO da Credicoamo também foram eleitos os novos integrantes do Conselho Fiscal da cooperativa para a gestão 2010. A chapa, denominada União, foi eleita por unanimidade e é composta pelos associados: efetivos – Manoel Colombo, Yoshio Sakurada e Vicente Mignosso; suplentes – Antonio Gancedo, Valdecir Lopes Camargo e Beno Ingo Ruch.

Fala Cooperado