Tecnologia de Aplicação     



Uma lição que se aprende no campo

COAMO LEVA INFORMAÇÕES AOS COOPERADOS E CONTRIBUI PARA AUMENTAR EFICIÊNCIA DOS PULVERIZADORES

“Um plantio bem feito; um controle químico eficiente e uma boa colheita garantem 50% do resultado da lavoura, para mais ou para menos”. A afirmação é do instrutor do Centro de Treinamento Agrícola da Coamo (CTA), Domingos Carlos Basso, chamando a atenção para duas condições que, segundo ele, são fundamentais para que o agricultor tenha sucesso na atividade agrícola: o treinamento dos operadores e a própria regulagem do maquinário. “É uma lição que se aprende no campo”, diz, lembrando que a Coamo leva esse tipo de informação aos cooperados há cerca de 30 anos.

Para Basso, esta preocupação tem feito com que os agricultores avancem cada vez mais na tecnologia, tirando proveito dela para ampliar os resultados da propriedade. “O sucesso está atrelado a um conjunto de fatores que, na agricultura, está ancorado no uso racional da tecnologia, procurando baixar custos sem reduzir as produtividades e, assim, ganhar mais com os negócios”, orienta.

O trabalho desenvolvido pelo CTA está ligado à gerência Técnica da Coamo e tem ajudado a difundir as tecnologias no campo. “Além do que, otimiza a vida útil do maquinário, que é um patrimônio de custo elevado e muito importante para o produtor rural”, alerta.

MENOS PERDA, MAIOR LUCRO – Um exemplo citado pelo instrutor da Coamo é o trabalho de regulagem de pulverizadores, que busca a redução do desperdício de defensivos e o aumento da eficiência do trabalho na lavoura. “A Coamo tem conseguido incutir esse pensamento na cultura do cooperado, incentivando a racionalização dos custos sem abrir mão da qualidade no serviço. Desta forma, a tendência é o produtor sempre ter um resultado melhor”, aponta Basso.

Hoje, conforme explica Basso, o curso de Tecnologia de Aplicação de Defensivos está entre os mais procurados pelos cooperados. “É a tecnologia que está em voga, porque a aplicação de agroquímicos é fator determinante para o sucesso da lavoura, uma vez que o produtor trabalha, durante a aplicação, com insumos que representam o maior custo na produção agrícola. Então, ele deve dedicar uma atenção especial a esse trabalho, para tentar otimizar o uso dos produtos químicos e ainda reduzir o desperdício, maximizando a rentabilidade da atividade, além de evitar a contaminação ambiental”.

APLICANDO NO ALVO – A Conscientização do produtor é a base para garantir uma pulverização de qualidade. O segredo é estar atento aos detalhes, como as falhas na manutenção dos equipamentos. Entre os pontos que devem ser observados pelo produtos estão: os bicos; a vazão de pulverização; e a a qualidade da água.

PARCERIA SENAR – Para a realização dos eventos, a Coamo mantém uma forte parceria com o Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. A parceria com o Senar foi iniciada há 10 anos e garantido uma realização média de 100 cursos por ano, na área de atuação da Coamo.

Através do seu CTA, a Coamo também realiza os cursos de regulagem de plantadeiras e de colheitadeiras, além dos cursos destinados exclusivamente para operadores de tratores e de colheitadeiras.

 

Informação na dose certa

O cooperado Antonio Rodrigues da Costa, de Reserva do Iguaçu, na região de Pinhão, participou recentemente de um dos cursos realizados pelo CTA da Coamo e Senar. Ele fez parte de um grupo de cooperados da sua região que atualizou as informações em Tecnologia de Aplicação de Defensivos Agrícolas. O curso teve duração de um dia inteiro e, assim ele pôde tirar todas as suas dúvidas com relação a nova metodologia de trabalho. “Sempre que sou convidado faço questão de participar dos cursos da Coamo e tenho uma surpresa a cada evento, ao aprender com as novidades”, disse. Costa admite que o produtor tem de estar atualizado para não ter resultados insatisfatórios com o trabalho. “A agricultura é a nossa profissão e esses maquinários são as nossas ferramentas de trabalho. Assim, temos que sempre tirar o maior proveito deles”.

Participando do mesmo curso, o cooperado José Eugênio Campos também fez do evento uma oportunidade de reciclar os seus conhecimentos. Ele disse que o agricultor de hoje deve encarar a sua atividade com muito profissionalismo. “A Coamo sabe disso e auxilia a manutenção do nosso conhecimento”, valorizou. Segundo Campos, é possível perceber a diferença do trabalho realizado anteriormente na propriedade com o que está sendo feito agora. “A presença da Coamo aqui na nossa região só acrescentou para nós, agricultores. Elevamos os nossos níveis de produtividade e estamos trabalhando com mais racionalidade”, comemorou.


 Página Inicial   Índice Geral