barra Site Coamo barra
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 367 | Novembro de 2007 | Campo Mourão - Paraná

Família Coamo

Mulheres em ações cooperativistas

Coamo reúne 1,5 mil mulheres em evento cooperativista, que teve como slogan: “família cooperada conhecendo melhor a sua cooperativa”

A participação da família dentro do cooperativismo vem crescendo muito nos últimos anos e é um dos pilares para o sucesso deste movimento que congrega mais de 800 milhões de pessoas em todos os continentes. Com o slogan “família cooperada conhecendo melhor a sua cooperativa”, recentemente, a Coamo promoveu uma série de eventos reunindo mulheres de todas as regiões da sua área de atuação. Dentro do Programa Coamo de Integração da Família Cooperativista, 1,5 mil mulheres cooperadas e esposas de cooperados dos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul visitaram a administração central e o parque industrial da cooperativa em Campo Mourão, no Centro-Oeste do Paraná.

O programa tem entre seus objetivos aumentar o conhecimento sobre a política de trabalho e o funcionamento da Coamo através da sua estrutura organizacional e dos benefícios que são disponibilizados aos cooperados visando o incremento de produtividade, renda e qualidade de vida. “Também apresentamos à família cooperada o panorama atual e as perspectivas da agricultura brasileira, bem como a importância do cooperativismo que gera desenvolvimento, resultados e o bem-estar humano e social”, disse Gallassini.

Agenda – As cooperadas e esposas de cooperados foram recepcionadas pela diretoria da Coamo, assistiram ao audiovisual da cooperativa e em seguida a uma importante palestra proferida pelo diretor-presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, com os temas: “Cooperativismo: uma filosofia de vida” e “As razões de sucesso da Coamo”. Em seguida, elas conheceram o funcionamento da Superintendência Comercial, com ênfase para as gerências de Alimentos e Comercial, sobre os mecanismos disponíveis para a comercialização dos produtos agrícolas.

No período da tarde, visitaram o par-que industrial da cooperativa e conhe-ceram o processo de produção das in-dústrias de fios de algodão, refino e en-vase de óleo de soja, e margarinas, observando os padrões de qualidade para a fabricação dos produtos e ali-mentos que são colocados no mercado interno e externo com as marcas Coamo e Primê.

Sucesso – Nas palestras para as visitantes, o presidente da Coamo destacou os princípios do cooperativismo, bem como os direitos e deveres dos co-operados e os serviços oferecidos pela Coamo para o sucesso das atividades dos seus cooperados. “O cooperativismo é um movimento muito importante, que gera educação, tecnologia, produtividade, renda e melhoria das condições de vida do quadro social. Praticamos um cooperativismo de resultados para a satisfação de todos os co-operados e familiares”.

Para o presidente da Coamo, uma vez conhecendo melhor o agronegócio e o cooperativismo, as mulheres podem ajudar e apoiar seus familiares – esposos e filhos, na administração da propriedade e dos seus negócios. Segundo ele, a avaliação dos eventos promovidos junto à família cooperada é muito positiva, possibilitando maior estreitamento entre todos – diretoria e família cooperada. “Estamos junto com os co-operados e familiares o ano todo e este evento fortalece os laços de amizade e de integração entre a família Coamo. Temos a certeza que as visitantes estão mais conscientes e participativas, conheceram melhor a sua cooperativa e passam a ver o cooperativismo com outros olhos. E isso é muito bom para o sucesso da Coamo e do cooperativismo”, considera Gallassini.

Harmonia e auto-estima

A analista de Recursos Humanos, Ercília Schmidt dos Santos, ministrou a palestra “A importância da mulher como agente de desenvolvimento no agronegócio”, que agradou as participantes do evento. “O foco da palestra foi o resgate da harmonia e do afeto familiar, o relacionamento entre os cônjuges e destes com seus filhos, para que a convivência familiar seja fortalecida com base no amor, respeito, compreensão, cooperação e principalmente, o perdão”, comenta Ercília, acrescentando que “amor e fé foram as energias mobilizadas durante a palestra, pois são o combustível necessário para promover a felicidade onde quer que esteja”. “Com este evento, completou, elas retornaram mais felizes para seus lares, tendo a certeza do orgulho em fazer parte da Coamo que se preocupa com o desenvolvimento e bem-estar dos seus cooperados e familiares”, completa.

Objetivos do programa

- Conhecer a política e o funcionamento da Coamo: estrutura organizacional, benefícios e programas
  disponibilizados aos cooperados para incremento de produtividade e renda na atividade.
- Apresentar o panorama atual e as perspectivas da agricultura brasileira, as vantagens e a importância
  do cooperativismo.
- Propagar e fortalecer o cooperativismo praticado pela Coamo difundindo as ações que visam a melhoria
  da qualidade de vida da família rural.
- Visualizar os diversos processos da pesquisa e da industrialização, observando “in loco” o
  desenvolvimento e os resultados dos trabalhos realizados para o aumento da produção e da agregação
  de valor às  atividades dos cooperados.
- Estabelecer uma maior integração entre a Coamo e a família cooperada.
- Valorizar a atuação das mulheres pelo apoio direto no desenvolvimento e resultados da atividade
  agropecuária.

Agradecimento

Maria Jussara Schiavini (foto ao lado), esposa do cooperado Gilmar Schiavini, de Coronel Vivida, na região Sudoeste do Paraná, ficou muito satisfeita em conhecer de perto a estrutura da Coamo. Ao final do evento, ela manifestou a sua emoção e valorização à cooperativa, com a entrega de uma carta de agradecimento à diretoria Coamo, enaltecendo o verdadeiro espírito do cooperativismo praticado pela Coamo. Abaixo, a transcrição da carta que tem como tema a Família Coamo:

Valorizar a agricultura é ser inteligente. Valorizar o agricultor é ser sábio. É demonstrando esta sabedoria que a Coamo vem desenvolvendo o cooperativismo. Não apenas pelo interesse financeiro, mas de um âmbito geral adotando o agricultor, valorizando sua família e seus interesses pessoais, assim como uma mãe, sempre de uma maneira amorosa preocupa-se na formação no desenvolvimento e no bem-estar de seus associados.

A cooperativa Coamo se desenvolve de uma maneira, sendo motivo de orgulho para nos associados: na autenticidade, transmite confiança em seus atos e clareza em tudo o que faz; na coragem, desbravando terras e conquistando estados; no esporte, promove maior e melhor festa esportiva da América Latina; na cultura, fornece jornais aos seus associados com informações mensais; No empreendimento, cresce e se desenvolve superando limites; na organização, dá exemplo e contribui com palestras de organização na medida da Ponta do Lápis”.

FALA MULHER

Maria Isabel Rodrigues Landi, cooperada em Amambai (Sul do Mato Grosso do Sul) – “A visita foi muito produtiva, conhecemos novas pessoas e também foi muito interessante ver de perto as novas tecnologias na produção de alimentos. Gosto muito da Coamo aonde tenho um apoio muito grande para produzir e bem as minhas lavouras”.
Normélia Zamberlan Ceconi, esposa do cooperado Luiz Ceconi, de São Domingos (Oeste de Santa Catarina) – “A programação foi ótima, gostei de tudo. Percebi que o que a gente produz é transformado em grandeza para os pais e para o exterior. Da nossa terra sai o grão que depois volta como alimento em nossa mesa”.
Vanice Brunetta, esposa do cooperado Alcides Brunetta, de Mamborê (Centro-Oeste do Paraná) – “Fico muito feliz participando dos eventos promovidos pela Coamo. Gostei de tudo o que vi. Essa administração da diretoria nos passa muita confiança e segurança”.

Economia doméstica, artes manuais e alimentação

Cursos beneficiam mais de 2,5 mil mulheres este ano na área da Coamo

Melhorar a qualidade de vida e renda da família cooperada, seja no campo ou na cidade, é um dos principais objetivos do trabalho educacional e social que a Coamo desenvolve o ano todo junto às cooperadas, esposas e filhas de cooperados nas comunidades onde elas atuam. Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/PR), a Coamo vem promovendo diferentes eventos como reuniões, cursos e treina-mentos, capacitando e aprimorando os conhecimentos das mulheres no dia-a-dia das suas atividades. Entre os cursos realizados destacam-se os que abrangem a economia doméstica, artes manuais e alimentação. “As mulheres estão muito interessadas e aprimorando seus conhecimentos para tornar cada vez melhor a vida no meio produtivo rural. Nos cursos de artes manuais e de alimentação, por exemplo, muitas estão utilizando produção própria e também angariando uma renda extra com a venda dos produtos para suas comunidades”, assegura o diretor-secretário da Coamo, Ricardo Accioly Calderari.

Resultados – A gerência de Assistência Técnica através da área Educacional e Social informa que de janeiro até novembro deste ano foram promovidos 231 cursos e treinamentos com 2.541 participações, com média de 11 pessoas por evento. “Essa ação educacional cooperativista possibilita uma maior participação e integração das cooperadas, esposas e filhas de cooperados não só na sua comunidade como também na vida da sua cooperativa Coamo. Ficamos felizes em ver os bons resultados, com a melhoria da qualidade de vida no cotidiano de cada uma delas e de seus familiares, e também no estreitamento do relacionamento com a Coamo”, considera.