Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 377 | Outubro de 2008 | Campo Mourão - Paraná

Intercâmbio

Um francês com um recanto no Brasil

A preservação da natureza está no sangue de Bernard De Laguiche, um franco-brasileiro que possui terras na região de Fênix

Quem chega à Fazenda Cagibi, em Fênix (Noroeste do Paraná), fica encantado. Primeiro, pelo cenário maravilhoso às margens do Rio Ivaí e também pelas matas nativas que vêm sendo preservadas há dezenas de anos. E junto com esta exuberância, pode-se comprovar a prática de uma agricultura que com tecnologia produz boas colheitas de soja e milho, na safra de verão, e safrinha no inverno.

O proprietário da fazenda é o cooperado da Coamo e da Credicoamo, Bernard Philipp Marie Philibert De Laguiche, um francês de nascimento, que adquiriu a nacionalidade brasileira ao casar com uma paulistana. Residente em Bruxelas, na Bélgica, De Laguiche herdou as terras do seu tio-avô Visconde De Laguiche em 1981 e desde aquele período vem ao Brasil de três a quatro vezes por ano. “Esta fazenda é antes de tudo um empreendimento familiar que já tem 50 anos. Tudo começou com o meu tio-avô que, juntamente com o ‘seo’ Amadeu, pai do meu administrador atual (Jairo) abriu as terras no final da década de 50. A fazenda tem cerca de 20% da sua área coberta com mata nativa – em torno de 250 hectares, e o meu tio-avô gostava tanto de preservar a natureza que em 1967 foi condecorado com a Ordem Cruzeiro do Sul”, diz ,com orgulho, o franco-brasileiro.

De Laguiche conta que a sua primeira visita a fazenda Cagibi aconteceu em 1974, quando criança veio ao Brasil para tirar férias junto com sua família e a partir de 1981, teve que vir mais vezes durante o ano ao Brasil. “Quando meu tio-avô faleceu, herdei a fazenda e precisei tirar lições de português para estar mais vezes aqui na fazenda. Antes disso não sabia falar nenhuma palavra e não entendia o que os brasileiros conversavam”.

Desde então, a agricultura passou a ser um grande desafio na sua vida, mas com muito trabalho e o apoio do seu administrador a quem faz questão de agradecer, o empreendimento vem registrando bons resultados. Para De Laguiche, no Brasil os agricultores praticam uma agricultura que é exemplo, cujo trabalho é recompensado pelas excelentes médias nas colheitas. “No Brasil a agricultura é profissional, assim como o cooperativismo da Coamo que é muito competente e competitivo. Com o apoio da Coamo tudo ficou muito mais fácil. Tenho uma assistência de primeira que me ajuda a consolidar ótimos resultados a cada nova safra. A Coamo é uma empresa que beneficia milhares de pessoas”.

De Bruxelas, onde reside, Bernard De Laguiche acompanha as notícias da Coamo e da agricultura brasileira para ficar bem informado. “Leio o Jornal Coamo e ouço o programa de rádio da cooperativa na internet. E quando venho ao Brasil para visitar esta propriedade, cujo significado da palavra Cagibi, em Francês, significa ‘recanto’, tenho a sensação de ter chegado ao paraíso, neste pedaço maravilhoso do Paraná e do Brasil”, agradece.