Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 377 | Outubro de 2008 | Campo Mourão - Paraná

Parceria

A boa prática do relacionamento

Cooperado da região de Juranda constrói resultados estáveis na propriedade valorizando apoio técnico da Coamo

Uma boa parceria é sempre sinônimo de sucesso. E o cooperado José Vieira de Andrade, da região de Juranda, no Centro-Oeste paranaense, traduz bem esta afirmativa. Sempre confiante, ele faz questão de levar a sério as orientações que recebe da Coamo, seja no momento de planejar o trabalho, conduzir a lavoura ou comercializar a safra.

Com o bom relacionamento que mantém com a cooperativa, ‘seo’ José tem construído resultados mais estáveis na propriedade dele. Assim, ele se tornou exemplo de sucesso na sua região. No esquema de trabalho adotado pelo agricultor o planejamento é levado a sério. Destaque para o sistema de plantio direto, com rotação de culturas, sempre com alta tecnologia; plantio na época preconizada e correção do solo. O resultado de todo o investimento não poderia ser outro senão ótimas colheitas e excelentes rentabilidades.

Estabilidade nos resultados – “Tenho objetivos em comum com a Coamo. Buscamos o sucesso. E trabalhando em sintonia é possível alcançar a construção de resultados cada vez mais estáveis”, destaca o cooperado. Ele afirma que sempre procurou trabalhar dentro deste propósito, buscando o máximo de rendimento de todas as atividades do sítio. “Quando cheguei aqui eu possuía apenas dois alqueires de terra. Hoje, com meu esforço e com o apoio de todos, inclusive da Coamo, consegui ampliar minha propriedade para 117 alqueires”, comemora, não esquecendo de mencionar a equipe de funcionários.

O equilíbrio nos negócios do cooperado vem sendo conquistado com um projeto bem elaborado de exploração da propriedade, feito em conjunto com a Coamo. “O produtor procura plantar na época certa, cuidar da lavoura do jeito mais correto e colher da melhor forma possível. E as informações para que ele possa chegar ao máximo de eficiência em todas estas etapas do cultivo ele encontra na Coamo”, enfatiza o agrônomo Rafael Stelatto Lio, do Detec da Coamo em Juranda, que assiste a propriedade do ‘seo’ José de Andrade. As decisões da propriedade são tomadas em conjunto. “Duas ou mais cabeças pensam melhor do que uma. E aqui as idéias são bastante discutidas na busca por melhores resultados”, o técnico.

Lavouras – O trigo plantado pelo cooperado neste inverno já foi colhido e o milho verão já foi plantado. As produtividades das culturas estão entre as melhores médias da região. Com a soja, o produtor colheu 167 sacas por alqueire. O milho passou de 350 sacas por alqueire. Já o trigo ficou na média de 130 sacas por alqueire.

“Quando o produtor rural tem vontade e visão de futuro os resultados aparecem de uma forma mais rápida e eficiente. Não tem como errar. As ações que são previamente pensadas e planejadas têm mais chances de darem certo”, finaliza o cooperado.