Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 430 | Outubro de 2013 | Campo Mourão - Paraná

Credicoamo

Credijunior, garantia para as futuras gerações

Após 7 meses de lançamento, modalidade de aplicação financeira da Credicoamo obtém resultados positivos

Rentabilidade dentro dos padrões da poupança tradicional, confiabilidade do mercado e incentivo para que os associados capitalizem recursos independente do valor, são alguns dos fatores que garantem o sucesso do Credijúnior. Esse programa que foi aprovado na 23ª Assembleia Geral Ordinária e disponibilizou uma nova modalidade de captação de recursos para os associados da Credicoamo, cooperativa de crédito dos cooperados Coamo.

A mais nova modalidade da Credicoamo, vem atendendo associados em todos os Postos de Atendimento da Credicoamo nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, e já ultrapassou R$ 10 milhões de recursos captados, volume superior ao esperado pela cooperativa e em tão pouco tempo, o que segundo o presidente da Credicoamo, José Aroldo Gallassini, é a prova de que o Credijúnior vem ao encontro de uma necessidade que os cooperados tinham. “Não tínhamos essa forma de aplicação para nossos cooperados. Então, decidimos criar o Credijúnior para que pais e avós guardem suas economias para o futuro de seus filhos, netos ou até mesmo para o próprio cooperado”, explica Gallassini.

O presidente da Coamo também esclarece que após o lançamento do Moradia Feliz surgiu a necessidade de movimentar recursos na cooperativa para mantê-lo, assim como acontece nas demais instituições financeiras. “Para manter linhas de financiamentos, é preciso que hajam opções de aplicações, assim os recursos ficam na cooperativa e um serviço equilibra o outro”, revela o presidente.

Com o Credijúnior, a Credicoamo tornou-se uma instituição financeira completa que oferta um amplo leque de opções para que o agricultor encontre na sua cooperativa tudo que precisa. Dessa forma, o associado tem um rendimento mensal líquido de impostos idêntico à caderneta de poupança e, como grande diferencial, a possibilidade de resgate antes da data-base, com rendimento proporcional ao tempo decorrido e ainda ganho adicional por meio da participação nas sobras.

Safra 2013/2014 está contratada na Credicoamo

A Credicoamo encerrou em outubro as contratações de financiamentos de custeio de verão 2013/2014. Com mais de quatro mil projetos aprovados numa área de mais de 270 mil hectares, a cooperativa de crédito, mais uma vez, saiu na frente e os cooperados já estão com os financiamentos liberados, os insumos disponíveis e tranquilos para fazer aquilo que realizam de melhor: o exercício da profissão de agricultor.

Segundo o presidente da Credicoamo, José Aroldo Gallassini, a cooperativa se antecipou e as primeiras liberações aconteceram em abril deste ano. “Nosso objetivo é deixar o cooperado tranquilo para realizar um bom plantio, sem a preocupação de estar desprotegido. Temos a satisfação de verificar que do montante dos projetos liberados, mais de 98% estão protegidos com seguro agrícola ou proagro. Isso demonstra que o nosso quadro de associados incorporou uma nova cultura no meio produtivo, que além, de optar pelos financiamentos com juros controlados visando a redução do custo de produção, também procura a proteção da lavoura contra as intempéries naturais”, revela Gallassini.

Outro aspecto que o presidente da Credicoamo destaca é a realização de um trabalho com as seguradoras, visando adequação de produtos de seguro agrícola que atenda os associados numa condição especial. “Temos seguros diferenciados do mercado, devido a aceitação dos associados, além do histórico de produção e implementação de novas tecnologias, com grande melhora nas produtividades. Assim, tivemos condições de negociar seguros que vem ao encontro e anseios dos cooperados. A Credicoamo está ao lado do agricultor para que ele comece a próxima safra em dia”, garante o presidente da Credicoamo.