Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 387 | Serembro de 2009 | Campo Mourão - Paraná

Negócios Internacionais

Coamo com diretores da Bolsa de Chicago

Cooperativa participa de encontro com a diretoria do Grupo CME, em São Paulo

A diretoria da Coamo participou recentemente, em São Paulo, de uma importante reunião de negócios com o presidente da Bolsa de Chicago (Grupo CME – Chicago Mercantile Exchange), Craig Donohue. Entre os objetivos do encontro, destaque para a troca de experiências, a avaliação das operações de mercado e as projeções para a próxima safra. A Coamo foi convidada para o encontro pela sua grande importância no agronegócio nacional e internacional, e esteve representada pelo seu diretor-presidente José Aroldo Gallassini; o superintendente Comercial Alcir José Goldoni e o gerente Comercial de Produtos Agrícolas, Rogério Trannin de Mello. Pela Bolsa de Chicago também participou do encontro o vice-presidente, Charles Carey.

Para Gallassini, o encontro foi positivo e reforçou a importância da organização para efetivação das operações para proteção de preços das commodities agrícolas. “A bolsa de Chicago tem expandido suas atividades no Brasil e há vários anos conta com a Coamo para identificar a necessidade dos produtores brasileiros com relação à proteção dos preços”, explica o presidente da Coamo.

Os diretores da Bolsa de Chicago estiveram no Brasil por ocasião do Congresso Internacional de Mercados Financeiros Internacionais, promovido pela BM&F Bovespa. Durante o encontro, segundo Gallassini, os dirigentes da Bolsa de Chicago (Grupo CME) propuseram ao governo federal a implementação de uma legislação capaz de garantir aos produtores rurais brasileiros as mesmas condições tributárias garantidas aos produtores americanos para as operações realizadas em bolsa. A proposta vem ao encontro dos objetivos da Bolsa de Chicago em ampliar os negócios no Brasil.

A Coamo opera na Bolsa de Chicago há 30 anos. A parceira da cooperativa com a Bolsa de Chicago já rendeu, inclusive, a participação do presidente Gallassini, no ano passado, em campanha mundial de divulgação dos benefícios da instituição. Gallassini, inclusive, foi a Chicago em anos anteriores participar do lançamento do contrato sul-americano de soja, quando como representando o Brasil acionou o sino na abertura dos negócios.