Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 429 | Setembro de 2013 | Campo Mourão - Paraná

Cooperativismo

Dois Irmãos, uma família!

Coamo completa dez anos de instalação em Dois Irmãos, na região de Toledo, e cooperados comemoram os bons frutos da parceria

Uma década é o tempo que a Coamo está instalada em Dois Irmãos, comunidade de Toledo (Oeste do Paraná). Um período de conquistas e expansão numa região que até então estava carente da filosofia do cooperativismo. Com a chegada da Coamo os rumos mudaram e hoje a maioria dos agricultores da região se associaram à cooperativa.

Exemplo disso, é Luiz Biesdorf, que é cooperado há mais de dois anos. Ele lembra que antes da Coamo, haviam outras cooperativas que não atendiam as necessidades. “A Coamo chegou e conquistou a todos. Foi algo muito interessante e bom, pois é visível o quanto o povo está gostando. Eu, por exemplo, melhorei muito com o atendimento da área técnica da Coamo”, comemora.

Para ‘seo’ Luiz, que planta soja e milho, além da pecuária leiteira, a Coamo é um forte aliado no desenvolvimento da diversificação. “Somos produtores pequenos, então a saída é diversificar para equilibrar e ter renda o ano inteiro. E nesse sentido a cooperativa também foi parceria. Na pecuária também temos atendimento técnico, o que a gente precisa tem”, revela Biesdorf.

Segundo o cooperado que mantém atualizado e atento às novas tecnologias, vale a pena investir na propriedade. “Na safra passada alcancei uma média de 130 sacas de soja por alqueire. Antes da Coamo minha média girava em torno de 100 sacas. No milho safrinha atingimos uma média histórica de 245 por alqueire. O tempo, sem dúvidas, ajudou, mas a tecnologia aplicada também faz parte dessa conquista.”

Trabalhar com a Coamo para ‘seo’ Luiz trouxe mais segurança e tranquilidade. “Na Coamo confiamos, sem contar as sobras, algo que cativa o produtor. A Coamo é uma cooperativa muito grande e juntos com ela estamos crescendo também”, ressalta Luiz Biesdorf.

ASSISTÊNCIA - De acordo com o engenheiro agrônomo, Cleberson Kochemborger, a unidade de Dois Irmãos evoluiu muito nos últimos anos. “Até pouco tempo nossa unidade era apenas um posto de recebimento. Há um ano e meio, se tornou um posto de atendimento com todos os serviços que o cooperado tem direito. Na questão da assistência técnica, buscamos sempre trazer novas tecnologias para eles e deixá-los por dentro de tudo que está acontecendo no ramo agrícola”, conta Kochemborger.

O agrônomo revela que a região é de pequenos produtores, mas sempre atentos às tecnologias. “Trata-se de uma região com uma agricultura bastante diversificada, o produtor tem a área de lavoura, geralmente é soja no verão e milho safrinha no inverno, algumas áreas com trigo e, também, atua na pecuária de leite, suinocultura, avinocultura, enfim, são propriedades diversificadas e a agricultura familiar é a que domina a região, é um produtor que trabalha com a família.”

Herança de pai para filho

Alcione Luiz Thomas, de Dois Irmãos, é cooperado desde a chegada da Coamo na região Oeste. Com o cooperativismo presente na história da família desde quando o pai se associou na Unidade de Toledo, Alcione revela que a exemplo do pai resolveu se cooperar com a perspectiva de crescimento e aumento de produtividades. O cooperado afirma o quanto a Coamo contribuiu e sempre esteve alinhada às expectativas da família. “Nós melhoramos muito nossas produções depois que tivemos o apoio da assistência técnica da Coamo, que desenvolve um trabalho sério e com precisão”, comemora.

Contente com o trabalho desenvolvido pela cooperativa, Alcione elenca diversos motivos que garantem o crescimento que obteve. “A unidade de Dois Irmãos é bem estruturada, tem tudo que precisamos, sem contar a assistência técnica agronômica e veterinária, o ágil recebimento da produção, a entrega de insumos que está sempre em dia e com produtos de qualidade. Nós estamos muito satisfeitos”, afirma o cooperado.

Na propriedade do cooperado os trabalhos são diversificados. Ele conta que trabalham com piscicultura, pecuária de leite e lavoura de soja e milho. “Nosso ponto forte é a agricultura, mas queremos também crescer com a pecuária leiteira. Com a assistência técnica da Coamo temos conseguindo evoluir também nesse sentido. Tudo fica melhor quando se tem o parecer de um responsável técnico”, diz.

Há 10 km da unidade de Dois Irmãos, o cooperado diz que a sua vida melhorou. Antes ele entregava a produção no entreposto de Dez de Maio, a distância era maior, mas mesmo naquela época não abria mão de ser cooperado Coamo. “Sempre confiei no trabalho da cooperativa. Agora, essa parceria está ainda mais forte. É espetacular, estamos satisfeitos.”

Com a comemoração desses dez anos de Coamo na região Alcione revela que existe uma história construída e que beneficiou todos, cooperativa e cooperados. “Já passamos por períodos difíceis de intempéries climáticas e a Coamo sempre esteve ao nosso lado, nos ajudando a superar todas as dificuldades. Estamos agora crescendo e sei que vamos crescer ainda mais com a Coamo de parceira. A cooperativa trabalha pelo cooperado e anda de mãos dadas com nós. Eu recomendo e assino embaixo.”