Site Coamo
Coamo Agroindustrial Cooperativa | Edição 429 | Setembro de 2013 | Campo Mourão - Paraná

Imersão Cooperativista

Jovens líderes cooperados conhecem várias regiões do PR e SC e a sede da Ocepar

Quarenta jovens cooperados integrantes da 17ª turma do Programa Coamo de Formação de Jovens Líderes Cooperartivistas estiveram na sede do Sistema Ocepar no dia 4 de setembro, conhecendo o funcionamento da “Casa do Cooperativismo Paranaense”. O grupo de jovens cooperados representando dezenas de entrepostos da Coamo nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, e acompanhados pelo diretor-secretário Ricardo Accioly Calderari e o assessor de imprensa Ilivaldo Duarte, foi recebido pelo presidente da Ocepar João Paulo Koslovski e os superintendentes José Roberto Ricken e Nelson Costa. Os visitantes conheceram em detalhes a estrutura e o trabalho desenvolvido pelo Sistema Ocepar, bem como receberam informações sobre o cooperativismo no Paraná e no mundo, em palestra proferida pelo presidente Koslovski.

Antes da visita na Ocepar, os cooperados participaram de uma viagem pela região Oeste, na Coamo em Toledo, em seguida visitaram a moderna Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) na unidade Santo Antônio, localizada entre os municípios de Mangueirinha e Palmas (Sudoeste do Paraná) e conheceram a unidade da cooperativa em Abelardo Luz, no Extremo-Oeste de Santa Catarina.

No roteiro da viagem técnica/cultural que fez parte do 5º módulo do Curso de Jovens Líderes Cooperativistas, os participantes visitaram também o terminal portuário da cooperativa e o Porto do Paranaguá.

FUTURO – Para o presidente da Ocepar, João Paulo Koslovski, uma das preocupações do sistema cooperativista é aprimorar e formar jovens lideranças. “Este trabalho precisa ser constante, pois trata-se de preparar o alicerce para o futuro do cooperativismo. O programa de formação da Coamo é exemplar, pois há quase 20 anos cria oportunidades para que surjam novos líderes e amplia o conhecimento que os cooperados têm de sua cooperativa. É uma ação duradoura, pela qual já participaram mais de 700 jovens e que traz resultados positivos a todo o sistema cooperativista”, afirmou Koslovski.

EVOLUÇÃO - Na opinião do diretor-secretário da Coamo Ricardo Accioly Calderari, o Programa de Formação causa mudanças perceptíveis nos jovens participantes. “A cada módulo do curso, os cooperados se aperfeiçoam e crescem como cooperativistas e seres humanos. A formação do ser humano é um princípio básico do cooperativismo que se concretiza no Programa”, enfatizou.

VISÃO - O cooperado Adriano Galvão de Almeida, da região de Toledo (Oeste do Paraná), comenta que a viagem proporcionou uma melhor visão de toda a estrutura da Coamo. “Passamos por unidades da cooperativa em outras regiões e no Porto [de Paranaguá]. Tivemos um conhecimento amplo da Coamo”, destaca e acrescenta a oportunidade da trocar informações com produtores rurais de outras regiões.

Ainda de acordo com o cooperado, o curso de Jovens Líderes Cooperativistas tem sido importante para aprimorar as técnicas de condução das atividades dentro da propriedade. “Temos acompanhado a seriedade como a Coamo é administrada. Isso faz com que aumente, cada vez mais, o nosso compromisso com a cooperativa e para que busquemos nos aprimorar na nossa propriedade”, salienta.

APRIMORAMENTO - O Programa Coamo de Formação de Jovens Líderes Cooperativistas é uma realização da Coamo com apoio do Sescoop/PR. É desenvolvido em módulos, sendo o primeiro deles com o objetivo da busca da identificação do cooperado para a sua condição dentro da sociedade, na propriedade e na família, e traçar estratégias e metas para o futuro. O segundo módulo trata do planejamento, gestão e administração rural. O terceiro módulo destaca a gestão estratégica de negócios para a cooperativa e a análise e interpretação de balanço como instrumento para a tomada de decisão. No quarto módulo, o foco é o desenvolvimento da liderança, em busca de um futuro promissor.

Após os módulos regulares com a carga de 96 horas/aula de curso, os jovens cooperados realizam uma viagem técnica-cultural por diversas regiões da cooperativa, visitando também o terminal portuário da Coamo e o Porto de Paranaguá. Realizado desde 1998, o programa já capacitou mais de 700 jovens cooperados da Coamo.