Notícias Coamo


07/02/2019
INFORMATIVO COAMO
Novas oportunidades no Brasil

Hirotaka Matsuda, também de Pinhão, saiu do Japão no final de 1959 e desembarcou no Brasil no dia 20 fevereiro de 1960. Ele tinha 11 anos e foram mais de 60 dias com a família a bordo de um navio cargueiro. Na época, a crise pós-guerra assolava os japoneses e a propaganda de que no Brasil havia prosperidade chamou a atenção do pai do ‘seo’ Hirotaka, que trabalhava no Japão fazendo frete com um pequeno caminhão.  
 
Logo que chegaram foram trabalhar em lavouras de tomate em Socorro, no interior de São Paulo. Começaram como empregados e depois de meeiros. Tempos depois iniciaram com o plantio de hortaliças que eram vendidas em feiras. Em 1974, mudaram para o cultivo de batatas o que os levaram a conhecer Guarapuava e, depois, Pinhão onde estão até hoje. “Ficamos sabendo que existia Guarapuava porque vimos um caminhão com a placa do município. Eu e meu irmão ficamos curiosos e visitamos a cidade, onde ficamos três anos e depois viemos para Pinhão. Estou aqui há mais de 30 anos, trabalhando com batata e depois cereais.” 
 
O associado da Coamo está hoje com 69 anos. Ele diz que os pais fizeram a escolha certa na época e se tivessem ficado no Japão não teriam a mesma oportunidade que tiveram no Brasil. “Temos parentes que continuam no Japão. Eles levam uma vida boa, mas o Brasil nos deu mais condições de trabalhar e prosperar”, recorda. O pai do ‘seo’ Hirotaka faleceu há cerca de cinco anos e a mãe dele vive no interior de São Paulo, com 90 anos de idade.
COAMO Agroindustrial Cooperativa

Rua Fioravante João Ferri, 99, Jardim Alvorada, Caixa Postal 460, CEP: 87308-445
Campo Mourão - PR

PABX: (44) 3599-8000
Telefax: (44) 3599-8001
Icone IPv6
© 2016 COAMO Agroindustrial Coooperativa - Todos os direitos reservados.
Logo BLZ