Notícias Coamo


23/05/2016
RECONHECIMENTO
Nos 60 anos da Emater, presidente da Coamo é homenageado

O Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/PR) comemorou 60 anos de existência dia 20 de maio, quando promoveu em Curitiba, solenidade de homenagem  com a entrega do troféu Pinhão – escultura em madeira do artesão Ademir da Silva, de São José dos Pinhais – a autoridades ligadas à história da instituição, funcionários e ex-extensionistas, entre os quais presidentes de cooperativas paranaenses.
 
O presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, extensionista da Acarpa – hoje Emater- chegou em maio de 1968 a Campo Mourão para promover o trabalho de extensão rural e a implantação do cooperativismo na região. Ele foi um dos homenageados na cerimônia dos 60 anos da Emater ao lado dos cooperativistas Irineo da Costa Rodrigues, presidente da Lar e Valter Pitol, presidente da Copacol. Foram representados e homenageados no evento os ex-extensionistas João Paulo Koslovski, ex-presidente do Sistema Ocepar, e José Fernandes Jardim, ex-presidente da Cocamar.
 
Gratidão – Gallassini discursou em nome dos líderes cooperativistas. “Todos temos uma dívida de gratidão muito grande com o serviço de extensão da Emater. Foi o começo da assistência técnica das cooperativas”, lembrou, contando que começou profissionalmente na instituição em 1968, designado para trabalhar em Campo Mourão. Foi quando teve a oportunidade de fazer um curso sobre cooperativismo, que possibilitou o surgimento da ideia da qual originou a Coamo, criada em novembro de 1970 com 79 agricultores. Atualmente a cooperativa tem 28,1 mil cooperados.
 
Gallassini lembrou ainda que, como engenheiro agrônomo da então Acarpa, antecessora do Instituto Emater, “fizemos todo tipo de conservação de solo para combater a erosão, que era um problema muito sério”. A situação era agravada pelo fim do ciclo da madeira e também pela estrutura da terra. O presidente da Coamo acrescentou que a Emater contribuiu muito para a evolução da agricultura. “Prova disso são todo o trabalho de introdução de tecnologia na época e as cooperativas. Mas sempre haverá necessidade de extensão rural. E a Emater melhor que ninguém tem a experiência para isso, afinal são 60 anos de trabalho nesse segmento”, concluiu.  
 
Estiveram presentes entre as dezenas de homenageados o secretário da Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara, o ex-governador do Paraná, Paulo Pimentel, o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, que recebeu o troféu em nome da família - o avô, Moisés Lupion, foi quem fundou a Emater, em 1956, quando era governador do estado -, o diretor administrativo do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Orlando Pessuti, também ex-extensionistas, entre outros.
 
Missão da Emater – Fundado em 20 de maio de 1956, o Instituto Emater tem atualmente 1,2 mil funcionários, de mais de 40 categorias profissionais, lotados em unidades espalhadas em todos os municípios paranaenses, em 22 unidades regionais, além da unidade estadual. Como destacou o seu presidente, Rubens Ernesto Niederheitmann, a missão do instituto, na atualidade é buscar aumentar a renda das famílias do meio rural, reduzir as diferenças regionais e os danos ambientais, bem como promover a inclusão social e produtiva “de um grande contingente de famílias que ainda dependem do estado para sua emancipação”.  
 
COAMO Agroindustrial Cooperativa

Rua Fioravante João Ferri, 99, Jardim Alvorada, Caixa Postal 460, CEP: 87308-445
Campo Mourão - PR

PABX: (44) 3599-8000
(44) 3201-8000
(44) 3016-7380
Icone IPv6
© 2016 COAMO Agroindustrial Coooperativa - Todos os direitos reservados.
Logo BLZ