Palavra do

presidente

O ano de 2016 foi marcado por acontecimentos preocupantes em todas as áreas de nosso país: política, econômica, administrativa, legislativa e judiciária, cujas consequências foram prejudiciais para o nosso desenvolvimento como um todo.

Quanto ao setor agropecuário podemos dizer que conseguiu, mais uma vez, contribuir para amenizar a situação como um todo, embora tenhamos, ainda, uma longa jornada pela frente que exigirá de nós muito trabalho, perseverança e criatividade.

A agricultura em nossa área de ação, localizada nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, sofreu com as intempéries do clima, qual seja, seca no início do desenvolvimento da cultura da soja e milho, e chuvas excessivas no período da colheita da soja, trazendo prejuízos aos nossos cooperados em termos de qualidade da produção.

Nesse sentido, a Coamo se fez presente junto ao quadro de cooperados, com intervenção oportuna e eficaz no recebimento e na comercialização desses produtos, apoio esse possível, graças a uma política de capitalização e investimentos aplicada durante todos esses quarenta e seis anos de atividades, dotando a cooperativa de uma estrutura de armazenagem e industrialização que pudesse dar sustentação às atividades dos cooperados.

Assim é que, malgrado essas situações adversas, podemos dizer que terminamos o ano com excelente resultado em prol do desenvolvimento de nossos cooperados, cujos trabalhos realizados passaremos a expor.

Atuação da Coamo no Brasil

Mato Grosso do Sul

  • 1 - Amambai
  • 2 - Aral Moreira
  • 3 - Caarapó
  • 4 - Dourados
  • 5 - Laguna Carapã
  • 6 - Maracaju
  • 7 - Ponta Porã

Paraná

  • 8 - Altamira do Paraná
  • 9 - Araruna
  • 10 - Assis Chateaubriand (Entreposto de Bragantina)
  • 11 - Alto Piquiri (Entreposto de Paulistania)
  • 12 - Arapuã
  • 13 - Barbosa Ferraz
  • 14 - Boa Esperança
  • 15 - Boa Ventura de São Roque
  • 16 - Brasilândia do Sul
  • 17 - Sede / Campo Mourão
  • 18 - Cândido de Abreu
  • 19 - Candói
  • 20 - Cantagalo
  • 21 - Coronel Domingos Soares
  • 22 - Coronel Vivida
  • 23 - Corumbataí do Sul
  • 24 - Cruzmaltina
  • 25 - Engenheiro Beltrão
  • 26 - Farol
  • 27 - Faxinal
  • 28 - Fênix
  • 29 - Goioerê
  • 30 - Goioxim
  • 31 - Guarapuava
  • 32 - Honório Serpa
  • 33 - Iretama
  • 34 - Ivaiporã
  • 35 - Janiópolis
  • 36 - Jardim Alegre
  • 37 - Juranda
  • 38 - Luiziana
  • 39 - Mamborê
  • 40 - Mangueirinha
  • 41 - Manoel Ribas
  • 42 - Marilândia do Sul
  • 43 - Mariluz
  • 44 - Moreira Sales
  • 45 - Nova Santa Rosa
  • 46 - Nova Tebas
  • 47 - Ouro Verde do Oeste
  • 48 - Palmas
  • 49 - Palmital
  • 50 - Paranaguá
  • 51 - Peabiru
  • 52 - Pinhão
  • 53 - Pitanga
  • 54 - Quarto Centenário
  • 55 - Quinta do Sol
  • 56 - Roncador
  • 57 - Rancho Alegre do Oeste
  • 58 - Reserva
  • 59 - Santa Maria do Oeste
  • 60 - São João do Ivaí
  • 61 - São Pedro do Iguaçu
  • 62 - Toledo
  • 63 - Tupãssi

Santa Catarina

  • 64 - Abelardo Luz
  • 65 - Ipuaçu
  • 66 - Itapoá
  • 67 - Ouro Verde
  • 68 - São Domingos
  • 69 - Xanxerê

Diretrizes Corporativas

Desde a sua fundação a Coamo vem cumprindo com seus objetivos, disponibilizando todo apoio tecnológico e financeiro para o desenvolvimento dos seus cooperados. Com o propósito de manter a excelência nos negócios, a diretoria da cooperativa vem implementando um plano estratégico envolvendo estudos para o aprimoramento da gestão corporativa. Como parte desse projeto, apresenta oficialmente suas Diretrizes Corporativas.
Cooperativa agroindustrial com foco em agregar valor às atividades dos cooperados

Missão

Gerar renda aos cooperados com desenvolvimento sustentável do agronegócio.

Visão

Ser a melhor opção de desenvolvimento aos cooperados, realização profissional aos funcionários, produto aos clientes e negócios aos parceiros.

Valores

Ética, transparência e honestidade de princípios.
Equidade, respeito e valorização ao ser humano.
Responsabilidade, segurança e solidez.
Qualidade e inovação sustentável.
Cooperativismo de resultado.

Prêmios e Reconhecimento

Frutos da União

Reconhecimento é uma palavra forte. Forte como a união de todos que trabalharam para cada conquista da Coamo durante esses 46 anos. Em 2016, não foi diferente, e diversos prêmios marcaram o ano.
Globo Rural 2016: “Campeã no setor Indústria de soja e óleos”; Revista Melhores da Dinheiro Rural: “Campeã do setor Cooperativas”; Revista Isto É Dinheiro: “Melhor Cooperativa Agrícola do Brasil” na premiação de As Melhores da Dinheiro; Revista Expressão: Troféu Onda Verde do 23º Prêmio Expressão de Ecologia; Revista A Granja: Prêmio “A Granja do Ano” - Destaque no setor “Cooperativismo”.

SUSTENTABILIDADE

Nosso bem Maior

A Coamo cumpre um importante papel para a conservação de recursos naturais. Destacam-se os programas de reúso de água e a captação da chuva para limpeza da frota de caminhões, que garante a economia de 84% de água mensalmente; Reflorestamento; Incorporação da argila industrial em tijolos, que melhoram a qualidade do produto final; e matriz energética que permite a geração de vapor por meio de cavaco de lenha para a secagem de grãos, produzida em reflorestamento próprio numa área de 3,89 mil hectares.

AGRICULTURA

Frutos da nossa Terra

As transformações na agricultura não param. É um empreendimento que exige dedicação, cuidado e informação. Na área de ação da Coamo, as principais culturas são soja, milho de 1ª e 2ª safra e trigo, totalizando uma área cultivada de 2.800.000 ha. Em 2016, a Coamo recebeu 6,60 milhões de toneladas de produtos de seus 28.051 cooperados.

Lavoura e Pecuária em harmonia

O Programa Coamo de Integração lavoura-pecuária iniciou em 1999, um trabalho pioneiro que visa aumentar a produtividade de maneira sustentável. Ao todo, na área de ação da cooperativa, são cerca de 120.000 ha destinados ao sistema.

Braço Direito do Cooperado

A Assistência Técnica da Coamo, com 271 profissionais nas áreas de engenharia agronômica e medicina veterinária, capacitados e atualizados constantemente, anda lado a lado com o cooperado, possibilitando que o quadro social tenha acesso ao que há de mais moderno na pesquisa nacional, para conduzir suas lavouras com eficiência e alcançando altas produtividades. Durante o ano de 2016 foram realizados 437 dias de campo e encontros tecnológicos na Fazenda Experimental Coamo, que se constitui num verdadeiro laboratório a céu aberto.

RECEBIMENTO DE PRODUTOS

Perto do Associado

A Coamo está preparada para receber a produção dos cooperados com a agilidade que a realidade atual requer, tendo em vista, a alta tecnologia existente na colheita, disponibilizando estruturas modernas de recebimento localizadas estrategicamente, de forma a estar o mais perto possível do associado. Com essa estrutura, a Coamo responde por 3,5% do recebimento e comercialização da produção brasileira de grãos. Ao todo são 111 unidades de recebimento nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. A capacidade de armazenagem estática da Coamo é de 5,24 milhões toneladas a granel e 938,14 mil toneladas ensacadas, totalizando 6,17 milhões de toneladas.

UNIDADES DE ARMAZENAMENTO

BENS DE FORNECIMENTO

Tudo em Casa

Calcário, fertilizantes, sementes, defensivos, óleos e lubrificantes, máquinas e implementos agrícolas, rações, peças e acessórios e produtos veterinários. Tudo em um só lugar e à disposição do cooperado Coamo nas unidades da cooperativa. O objetivo é facilitar o desenvolvimento de suas atividades, oferecendo os produtos na hora certa e com custos de produção compatível. Isso porque essa é uma área em constante atualização, sempre com os melhores produtos do mercado. Em 2016, o fornecimento desses bens de produção totalizou R$ 3,33 bilhões.

INDÚSTRIAS

Industrialização de Ponta

Com a industrialização dos produtos recebidos, a Coamo agrega valor à produção de seus cooperados. São nove indústrias, sendo duas para o processamento de soja, uma refinadora de óleo vegetal, uma fábrica de margarinas, uma de gorduras vegetal hidrogenada, uma torrefadora de café, uma fiação de algodão e dois moinhos de trigo. Um moderno laboratório de análise executa todo o controle do que é produzido, garantindo a qualidade dos produtos. O setor de Pesquisa e Desenvolvimento, além de desenvolver novos produtos, realiza todos os testes necessários a fim de orientar os consumidores sobre a melhor forma de utilização daquilo que é produzido. Em 2016, o complexo industrial da cooperativa industrializou: 1,56 milhão de toneladas de soja; 196,30 mil toneladas de trigo; 3,01 mil toneladas de café beneficiado e 5,32 mil toneladas de algodão em pluma.

São 9 Indústrias com Tecnologia de ponta, agregando valor na produção dos Cooperados.

Alimentos Coamo

Tem que ter origem

Os Alimentos Coamo produzidos no parque industrial da cooperativa, são comercializados com as marcas Coamo, Primê, Anniela, Sollus e Dualis. São alimentos de origem, qualidade e sabor que compõem um amplo portfólio composto por margarinas, cafés, gorduras vegetal hidrogenada, óleo de soja refinado, farinhas de trigo especiais e misturas para pães e bolos. A Coamo conta com alimentos para a linha industrial e varejista, que representa 9,1% das receitas da cooperativa. Em 2016, esse setor faturou R$ 984,14 milhões. Além disso, mais um produto entrou no mercado, o Café Coamo Extraforte e, como tradição, foi lançado nas maiores feiras supermercadistas do país, a Apas, em São Paulo, e a Mercosuper, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

COMERCIALIZAÇÃO / EXPORTAÇÃO

Do Brasil para o Mundo

A Coamo figura entre as maiores exportadoras do país, ocupando em 2016, a 32ª colocação. A produção dos cooperados ultrapassa as fronteiras do Brasil e é comercializada para os continentes europeu, americano, asiático e africano, num total de 25 países. Para que esse trabalho seja realizado com eficiência, a Coamo conta com terminal portuário próprio em Paranaguá, no Estado do Paraná. As exportações da cooperativa também foram realizadas pelos portos de São Francisco do Sul e Imbituba, no Estado de Santa Catarina e Rio Grande, no Estado do Rio Grande do Sul. Em 2016, foram exportadas 3,32 milhões de toneladas de produtos, com um faturamento de US$ 1,03 bilhão nesse setor. As vendas destinadas à exportação de 496,52 mil toneladas atingiram US$ 174,28 milhões.

Logística

Na Rota Certa

O trabalho de logística realizado pela Coamo, é de fundamental importância nessa engrenagem que movimenta todo o trabalho, desde o recebimento da produção dos cooperados em suas 111 unidades, passando pelas indústrias e chegando aos portos onde serão exportadas, ou saindo das unidades diretamente para comercialização e exportação in natura. É este trabalho também, que retira dos seus centros de distribuição os bens de fornecimento para disponibilizar aos cooperados nos Entrepostos, em épocas próprias e oportunas. Faz também chegar os Alimentos Coamo às gôndolas de nossos clientes dentro do prazo contratado. Toda essa logística é executada por uma frota própria de 1.316 veículos, sendo 650 leves e 666 pesados, além de veículos de terceiros autônomos e frota dedicada com cerca de 1.400 caminhões.

Programas de qualidade

Produção Sustentável de Soja

Dentro do princípio da competitividade sustentável e conduta empresarial responsável, objetivando manter seu constante desenvolvimento e atender as exigências do mercado comprador, a Coamo iniciou a implantação do “Programa Coamo de Produção Sustentável na Produção de Soja”. Assim, a cooperativa pretende dar continuidade ao atendimento do mercado que demanda por produção sustentável de soja certificada. Com isso, a Coamo reconhece a evolução tecnológica e a responsabilidade social na produção dos cooperados, demonstrando a adoção das boas práticas agrícolas e a utilização sustentável da terra, recursos naturais e o respeito pelo meio em que vivem, tendo uma postura cidadã.

Nosso Diferencial

Por meio de diversas certificações e sistemas implementados, é possível assegurar a qualidade e a segurança alimentar. Garantia de que o alimento produzido pela Coamo, além de ter origem não causará danos à saúde do consumidor final.

Certificações:
• FSSC 22000 (Food Safety System Certification), na Refinaria de Óleo e na Indústria de Margarinas e Gorduras Vegetais;
• GMP+B2 (Feed Safety Assurance – Holanda) nas Indústrias de Óleo de Campo Mourão e Paranaguá;
• GMP+B3 Internacional (Feed Safety Assurance – Holanda) na Área de Comercialização e no Terminal Portuário de Paranaguá;
• PQC –Programa de Qualidade do Café da ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café na Torrefação de Café;
• Instrução Normativa nº 09 do Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Produção de Sementes Certificadas;

Além das certificações acima, a cooperativa possui os seguintes programas de qualidade implementados, com avaliação interna e emissão de auto declaração de conformidade:
• ABNT NBR ISO 9001 – Sistemas de Gestão da Qualidade no Laboratório da Fiação de Algodão;
• ABNT NBR ISO/IEC 17025 – Requisitos Gerais para a Competência de Laboratórios de Ensaio e Calibração no Laboratório de Análise de Sementes;
• ABNT NBR ISO 22000 – Sistemas de Gestão da Segurança de Alimentos no Envase de Óleo de Soja Refinado e na Torrefação de Café;
• ABNT NBR 15480 – Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos – Plano de Ação de Emergência no Atendimento de Acidentes;
• Programa de Qualidade “5S”.

Investimentos

Em Constante Expansão

Durante o ano de 2016, foram modernizadas e ampliadas 118 unidades operacionais e industriais. Além disso, foram realizados investimentos na instalação de novas unidades, frota de veículos, sistemas administrativos e de tecnologia da informação, máquinas e equipamentos, áreas de reflorestamento e áreas para a construção de novas unidades, já aprovadas em Assembleia Extraordinária de Associados. O total de investimentos no ano foi de R$ 391,57 milhões, agregando agilidade no recebimento e expedição dos produtos, bem como ampliação de 282,61 mil toneladas na capacidade de armazenagem. Em 06/12/2016, foi lançada Pedra Fundamental de duas novas indústrias em Dourados – MS, sendo uma Indústria de Processamento de Soja e uma Refinaria de Óleo de Soja, as quais terão suas obras iniciadas em 2017.

Informações aos Cooperados

Campo Conectado

Para melhor atender o quadro social, durante o ano de 2016, foi introduzido e reformulado o programa “Cooperado On- Line” que disponibiliza, via internet, além de toda a movimentação do cooperado na cooperativa, a possibilidade de fixação do produto onde quer que o cooperado esteja, via smartphone ou desktop. O programa Mobilidade Agronômica, foi outra facilidade implementada, onde, por meio de sistema móvel o agrônomo leva todo o histórico do cooperado para o atendimento em campo. Da mesma forma, a Coamo conta também com o programa “Na Ponta do Lápis”, também, constitui-se em ferramenta de extrema importância na administração das atividades do cooperado.

Quadro de Associados

Associados Integrados

O ano na Coamo começou com 29 Reuniões de Campo, onde a diretoria percorreu toda a área de ação da cooperativa para repassar aos cooperados, informações atuais sobre o agronegócio brasileiro, bem como informar a situação econômico-financeira da cooperativa. Essas reuniões foram repetidas no mês de julho com o objetivo de discutir as perspectivas das safras de inverno 2016 e verão 2016/2017. Nesse ano iniciou o Programa de Integração de Cooperados, que contou com a participação de aproximadamente 1.000 associados e tem como objetivo a integração dos associados junto à Coamo e possibilitar que conheçam o funcionamento do Parque Industrial da cooperativa. Encerrou a 20ª turma do Programa Jovens Líderes Cooperativistas, completando mais de 850 jovens formados, cujo objetivo é a preparação do jovem cooperado para a condução profissional de suas atividades, contribuindo para a continuidade da cooperativa. Foi também realizada mais uma etapa do Programa Mulher Atual, com 240 participantes, evento para fortalecer a força da mulher do campo, bem como, a realização de mais uma etapa do Programa FamíliaCoop, um dia para cooperadas, esposas e filhas de cooperados, conhecerem melhor as atividades da Coamo, que contou com a participação de mais de mil mulheres. Durante o ano foram realizados um total de 1.604 eventos nas áreas técnica, educacional e social, onde foram envolvidos 42.618 participantes.

Gestão de Pessoas

Gente que faz acontecer

A força e dedicação dos 7.343 funcionários próprios e uma média mensal de 1.620 temporários e terceirizados, são outro diferencial da Coamo. Valorizando cada um que compõe esse quadro, em 2016 foram realizados 2.546 eventos de capacitação como os programas de pósgraduação, cursos técnicos industriais, cursos de lideranças e de gestores e cursos de normas regulamentadoras e segurança, num total de 23.158 participantes.

Valorização do quadro de funcionários

O Programa Tempo de Casa, cujo objetivo é valorizar os funcionários que completam 10, 20, 30 e 40 anos de serviços prestados à cooperativa, em 2016 homenageou 91 colaboradores com 10 anos, 53 com 20 anos, 69 com 30 anos e 01 com 40 anos. Ao todo são 1.827 funcionários com mais de dez anos de casa, assim distribuídos:
10 Anos 20 Anos 30 Anos 40 Anos
1.050 568 206 03
Atendendo a política de valorização de colaboradores internos, em 2016, 11% do quadro de funcionários foram promovidos. O Programa Jovem Aprendiz que forma adolescentes de 14 a 16 anos na área administrativa, e de 18 a 21 anos, na área de eletromecânica, com a possibilidade de seguir carreira na Coamo, em 2016 contou com 355 aprendizes, sendo que da última turma foram efetivados 30 aprendizes. Em 2016, foram realizados os Jogos Inter Unidades da Coamo, que a cada dois anos reúne funcionários de toda a cooperativa e seus familiares para, por meio do esporte, promover integração de toda a equipe, onde contou com 3.649 atletas participantes.

Relacionamento com a Comunidade

Pelo Bem de Todos

A Coamo, por meio de seus funcionários, realiza diversas ações voluntárias em prol das comunidades onde está inserida. Todo ano, diversas atividades marcam o calendário como: doações de sangue, combate à dengue, apoio a diversas entidades com arrecadação de alimentos, roupas de inverno, brinquedos e produtos de higiene pessoal.
A Coamo também participou do Dia “C” de Cooperar, que movimenta o cooperativismo nacional para a realização de ações em prol do próximo, com arrecadação e distribuição de alimentos, roupas e calçados. No final do ano, foi realizado o Natal de Luzes, evento destinado à comunidade de Campo Mourão, cidade sede da cooperativa, para celebrar a união e o amor.
Utilizando da Lei de Incentivos Fiscais, foram destinados recursos no montante de R$ 1,89 milhão, sendo beneficiários: os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente de 36 municípios, que compõe a área de ação da cooperativa; Associações Mourãoense de Basquete de Campo Mourão- PR e Icaro Marcolin (Tênis) de Curitiba, referente ao Fundo de Atividades de Caráter Desportivo; Santa Casa de Campo Mourão-PR, referente ao Pronon – Programa de Apoio a Atenção Oncológica; Hospitais Angelina Caron de Campina Grande do Sul-PR e Erasto Gaertner de Curitiba-PR, referente ao Fundo Nacional do Idoso; e Associações Parque Histórico de Carambeí-PR e Vesná de Roncador-PR, referente a Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

RELATÓRIO FINANCEIRO 2016

BALANÇO PATRIMONIAL LEVANTADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 2015(Valores expressos em R$ 1,00)

ATIVO
2016 2015RECLASSIFICADO
CIRCULANTE
Caixa e Equivalentes de Caixa    
     Caixa 721.227 531.583
     Bancos conta movimento 3.848.808 4.336.676
     Aplicações de liquidez imediata 1.544.931.514 1.730.320.726
Créditos    
     Aplicações financeiras 265.217.938 99.062.129
     Adiantamentos a fornecedores 181.211.114 150.984.196
     Associados 760.898.405 596.456.071
     Não associados 2.078.182 3.623.962
     Clientes 571.804.770 782.789.892
     Mercadorias a receber 702.413 2.677.834
     Tributos a recuperar 287.486.236 194.478.826
     ICMS homologado para venda 100.494.335 -
     Outros créditos 2.806.547 5.398.813
Estoques    
     Produtos agrícolas 1.058.790.950 915.135.878
     Bens de fornecimento 1.133.194.060 952.907.573
     Prod. industr., mat. primas e mat. secundários  237.381.601 241.762.401
Despesas pagas antecipadamente 1.611.573 -
Total do circulante 6.153.179.673 5.680.466.560
NÃO CIRCULANTE 
Aplicações financeiras - 228.985.121
Créditos com associados 57.865.909 54.163.565
Créditos com não associados 80.361 401.158
Clientes  7.137.217 1.750.441
Tributos a recuperar  56.187.809 156.074.779
Depósitos judiciais 255.499.259 213.728.824
Outros créditos 636.484 687.474
Investimentos 19.411.011 21.016.324
Imobilizado 1.964.792.807 1.728.341.255
Intangível 11.965.076 8.940.960
Total do não circulante 2.373.575.933 2.414.089.901
TOTAL DO ATIVO 8.526.755.606 8.094.556.461
PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO
2016 2015RECLASSIFICADO
CIRCULANTE
Débitos com associados 1.642.005.750 1.353.497.940
Débitos com não associados 86.240.879 74.971.860
Obrigações sociais, tributárias e trabalhistas 70.097.635 63.559.009
Adiantamentos de clientes 19.645.992 12.960.219
Fornecedores 235.378.073 147.107.700
Instituições financeiras 624.551.748 1.562.282.610
Imposto de renda e contribuição social  57.814.482 57.707.690
Sobras a distribuir “ad referendum” da A.G.O. 246.207.821 226.871.102
Total do circulante 2.981.942.380 3.498.958.130
NÃO CIRCULANTE
Débitos com associados 84.610 70.647
Débitos com não associados 59.866 139.980
Obrigações tributárias 1.405.253 1.214.246
Instituições financeiras 1.118.216.240 740.971.448
Provisões fiscais, trabalhistas e cíveis 222.802.132 188.905.131
Receitas diferidas  4.890.047 3.398.860
Outras obrigações 2.767.568 4.612.613
Total do não circulante 1.350.225.716 939.312.925
PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital social integralizado  250.818.125 229.156.516
Reserva legal  518.100.831 455.998.641
Reserva de assistência técnica, educacional e social 1.282.640.451 1.203.519.955
Reserva de desenvolvimento 1.913.867.239 1.543.252.631
Reserva para cobertura de riscos e auto seguro 78.237.944 70.552.000
Reserva para manutenção do capital de giro próprio 131.670.464 131.670.464
Ajuste de avaliação patrimonial  19.252.456 22.135.199
Total do patrimônio líquido 4.194.587.510 3.656.285.406
TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 8.526.755.606 8.094.556.461
As demonstrações contábeis, acompanhadas das notas explicativas e do relatório sem modificação, da Nardon, Nasi - Auditores Independentes S/S, estão disponíveis no site: www.coamo.com.br

DEMONSTRAÇÃO DE SOBRA OU PERDA ENCERRADA EM 31 DE DEZEMBRO 2016 E 2015(Valores expressos em R$ 1,00)

2016 2015
Ingresso e receita bruta de vendas e serviços 10.823.634.853 10.183.335.096
(-) Impostos e contribuições sobre ingresso e receita de vendas e serviços 170.054.620 129.510.278
Ingresso e receita líquida de vendas e serviços 10.653.580.233 10.053.824.818
(-) Dispêndio e custo das vendas e serviços 8.409.801.011 7.798.778.859
Sobra e Lucro bruto 2.243.779.222 2.255.045.959
Outros ingressos e receitas 79.908.533 62.263.438
Da atividade operacional 64.514.979 45.538.522
Da venda de imobilizado 9.193.669 7.527.671
Da equivalência patrimonial de controladas 5.674.947 6.288.342
Ganhos ou perdas em sociedades cooperativas 524.938 2.908.903
(-) Dispêndios e despesas operacionais 1.568.321.622 1.450.598.140
Com pessoal 457.905.365 405.484.675
Administrativa 431.789.425 396.794.812
Depreciação, amortização e exaustão 122.049.501 101.012.174
Tributária 32.354.655 21.887.810
Comercial 524.222.676 525.418.669
Sobra e lucro antes do resultado financeiro 755.366.133 866.711.257
Resultado financeiro líquido 195.140.436 44.678.696
Ingresso e receita financeira 542.026.220 416.887.033
(-) Dispêndio e despesa financeira 346.885.784 372.208.337
Sobra e lucro antes do IRPJ e CSLL 950.506.569 911.389.953
(-) Imposto de renda 69.391.400 69.705.621
(-) Contribuição social sobre o lucro líquido 25.815.558 25.654.900
Sobra e lucro líquido do exercício 855.299.611 816.029.432
ALCIR SEBATIÃO RIBEIRO - Contador CRC - PR 31808/O-3

ADMINISTRAÇÃO

Conselho de Administração / 2016-2020

Diretoria Executiva

Diretor Presidente Engº Agrº José Aroldo Gallassini
Diretor Vice-Presidente Engº Agrº Claudio Francisco Bianchi Rizzatto
Diretor Secretário Engº AgrºRicardo Accioly Calderari
Membros Vogais Nelson Teodoro de Oliveira
Joaquim Peres Montans
Anselmo Coutinho Machado
Wilson Pereira de Godoy
João Marco Nicaretta
Alessandro Gaspar Colombo

Conselho Fiscal/2016

Efetivos Yoshio Sakurada
Halisson Claus Welz Lopes
Jovelino Moreira
Suplentes Engelbert José Fuchs
Marcos Simões Veiga
José Antônio Furlaneto

Superintendentes

Administrativo Antonio Sergio Gabriel
Comercial Alcir José Goldoni
Industrial Divaldo Correa
Operacional Airton Galinari
Técnico Aquiles de Oliveira Dias

Coamo, forte como o homem do campo.

CONTATO

Sede

Rua Fioravante João Ferri, 99
Jardim Alvorada
CEP: 87.308-445
Campo Mourão - PR
Fone: +55 (44) 3599-8000
Fax: +55 (44) 3599-8001
imprensa@coamo.com.br